Pular para o conteúdo principal

Feriado prolongado...

Ontem fui na feira e comprei morangos muito docinhos e figo, tb muito bom!! Na fotita, o meu sobrinho comendo morango (ele comeu quase a caixinha inteira, mas td bem). Eu fui na feira que fica perto do Bunkyo (R. Taguá), onde tem o melhor pastel de camarao da regiao, na barraquinha perto da PL

O cara da barraca de frutas tb me deu uma fruta louquinha pra provar: chama dekopon, e é tipo uma mexerica ponkan gigante, que vc corta com faca, e é super doce. Mas custa R$ 10...hihihii...takai takai!!

Bom, essa visita à feira eh pq tinha ido na grafica Paulo´s, pra buscar meus novos cartoes de visita (ficaram lindos! eu realmente tenho talento pra isso!), e aproveitei pra passear um pouquinho entre as verduras e legumes fresquinhos. Eu gosto de ir na feira, mas tem gente que odeia, né??

Na volta pra casa, vi um cara na rua, sentado na calçada, conversando calmamente com a sua latinha de Coca-Cola, como se fosse a coisa mais normal do mundo. Acho que nem nos meus piores dias, cometi loucuras como essa. Mas cada um tem suas manias, afinal...se ele é feliz com a companhia da latinha, talvez eu deva tentar algo parecido...^.^

E hoje acabei de ler o livro "Mulheres Boazinhas Nao Enriquecem". Dos 75 erros do livro, devo cometer uns 70 pelo menos!! Nao é à toa que nao enriqueço...preciso tomar um jeito sério na vida, pq o tempo passa e o dinheiro escoa!! Vou reler o livro varias vezes, e ver se as dicas se fixam na minha memoria mneumonica...=)

Tambem decidi que vou torcer na Copa do Mundo pela Italia, porque a França, coitada, empatou com a Coreia do Sul e deve estar fora da competicao. Hoje tb teve jogo do Japao x Croacia (um time pior que o outro), e o jogo do Brasil (que eu dormi de novo, é o melhor sonifero do mundo: jogo do Brasil. É so eles entrarem em campo que eu apago, durmo bem e descanso bastante!).

Bom, esse foi o meu feriado prolongado solteira. Acho que me virei até muito bem, nao fiquei muito triste, ocupei meu tempo direitinho, nao fiquei racionalizando muito, relaxei, fiz minha meditation, meus tratamentos de beleza...e meu ex me ligou preocupado esses dias, pra saber como estou. Como estou? Mal, né? Mas é a vida, precisamos seguir em frente...que atras vem gente.

E uma ultima noticia: graças à falta de educacao de um senhor muito respeitado, academico com doutorado e outros breguetes, mas totalmente e completamente sem educacao, a comunidade perdeu a colaboração de uma pessoa que é simplesmente um dos maiores nomes empresariais do País. Isso é ou nao é uma idiotice??

Puxa, tem gente que joga bonito, faz de verdade as coisas com o coracao, e tem gente que só joga pra plateia ver. Esse cara é tipicamente o cara que só reclama e nao faz nada, e ainda consegue atrapalhar e desanimar quem faz. Ri-di-cu-lo. É por essas e outras que a comunidade vai pra cucuia. Nessa guerra de egos, ninguem consegue sobressair. Bjs.

Essa é a melhor versao do Joe Cocker, na minha humilde opiniao. Escutei ontem no radio.

Unchain My Heart
Unchain my heart, baby let me be
Cause you don't care, help me, set me free
Unchain my heart, baby let me go
Unchain my heart, cause you don't love me no more
Every time I call you on the phone
Some fellow tells me that you're not at home
Unchain my heart, set me free
Unchain my heart, baby let me be
Unchain my heart, cause you don't care about me
You got me sewed up like a narrow case
But you let my love go to waste
Unchain my heart, set me free
I'm under your spell, like a man in a trance, oh yeah
Oh but you know damn well, that I don't stand a chance
Unchain my heart, let me go my way
Unchain my heart, you were mean that day
Why lead me through a life of misery
When you don't care a bag of beans for me
Unchain my heart, oh please, let me be

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos na gaiola

Acabei de ler 2 vezes o livro da Mirian Goldenberg. Muitas reflexoes e inspiração para escrever alguns posts. No livro, a Mirian fala do sociólogo Zygmunt Bauman, para quem existem dois valores absolutamente indispensáveis para uma vida feliz: segurança e liberdade. Segurança sem liberdade é escravidão. Liberdade sem segurança é o caos.


A questão é, como nós, brasileiros, podemos nos sujeitar a viver sem segurança nem liberdade? Esses dias fiquei em Gramado, que é o destino turístico mais seguro do Brasil. Faz muitos anos que nao sentia essa sensação tão maravilhosa e reconfortante de plena segurança. Muita felicidade.


Poder andar na rua tranqüilamente, livre, de dia, de noite, de madrugada, sabendo que nada de ruim pode te acontecer. Tendo a sensação de que tudo está seguro e tranquilo. Sabendo que voce pode ir e voltar para o hotel a pé, sempre em segurança.


O valor disso é incalculável, e os cidadãos de Gramado se orgulham muito de terem uma cidade segura. Pelo que me falaram, qu…

Circularidades

Passei mais de dois anos sem atualizar esse blog, não sei exatamente o motivo, mas sempre sentia vontade de voltar a postar. Quando leio meus posts antigos, posso perceber claramente o quanto eu cresci e me desenvolvi em todos os sentidos nesses anos de distância. E acho que isso é o mais bacana de mantermos um blog: poder elaborar um registro do que a gente pensa e sente, ao longo de muitos e muitos anos. Tenho até vergonha de alguns posts muito bobinhos, mas no geral, esse blog refletiu como eu penso e como me movimento no mundo.
A vida anda muito completa e feliz para mim em todos os campos: pessoal, profissional, emocional, familiar, espiritual, amoroso, enfim, acredito que consegui alcançar um equilíbrio muito buscado. Continuo trabalhando pra caramba como sempre, mas refletindo comigo mesma, creio que sempre fui assim e sempre serei. Gosto mesmo de trabalhar e de me envolver em diversos projetos ao mesmo tempo! Agradeço ao universo por ter permitido tanta felicidade e coisa boa…

Reuniao com tubarão

Eu sou uma pessoa muito meticulosa, pratica e organizada. Quer que eu odeie uma pessoa, mesmo que seja só um pouquinho? Simples, é só essa querida pessoa marcar uma reunião comigo de ultima hora, no mesmo dia. Porque a minha agenda é TODA feita com antecedência, eu planejo minha semana, planejo cada dia e o que vou cumprir em cada dia em termos de metas e objetivos. Gosto de dar um "check" nas tarefas cumpridas no fim do dia. Sou assim: sou planejadora. Tenho plano A, B e C pra tudo.
Nesse cenário tao perfeitamente calculado, um compromisso de ultima hora altera toda minha rotina mental, e daí, acabo extremamente irritada. Entao se eu for realmente obrigada a ir em uma reuniao assim (sim, porque meu mundo não é cor de rosa, e assim como vc, tenho que engolir um monte de sapos), eu vou sair com pedras na mão, irritada, seca e nada disposta para uma negociação. 
Esse mês tive uma reuniao assim. Eu fui lá praticamente obrigada. E foi uma ocasião bem ridícula, pq a pessoa só chamo…