Pular para o conteúdo principal

O dia em que eu relembrei a magica

Hoje fiz uma viagem, peguei onibus e fui pra Lorena. Semana passada fui num show, em que o magico perguntava - em que momento a gente esqueceu da magica? E realmente, a gente esqueceu que o mundo magico, nao é? O dia-a-dia, a correria, a tensao permanente de viver numa cidade tresloucada, faz a gente ficar meio anestesiado pra muita coisa legal e por consequencia, magica.

Quer um exemplo? Imagina uma rodoviaria de uma cidade bem pequenininha. Um menino acenando pro motorista do onibus, querendo chamar a atencao dele. E é só pra dizer "oi", pra dar um sorriso. E o menininho ficou lá pulando, todo bonitinho, até o motorista perceber esse gesto de carinho e responder com um simples "oi". Crianças sao magicas, sorrisos sao magia, e a vida devia ser mais magica para as pessoas.

As vezes eu acho que a gente complica demais o mundo. Pra que ter carro, roupa da moda, o celular fashion? Mais ainda, no universo que eu habito, uma questao simples e fundamental: afinal de contas, pra que um cargo pomposo? Presidente de nao sei o quê, coordenador de nao sei o que lá, diretor de nao sei das quantas. Por acaso se voce morrer amanhã, vai levar o bendito cargo pra algum lugar? Alguem lá em cima vai ligar pro seu bendito cargo?

I dont think so. Entao pra que defender cargos tao ferozmente?? Nao é pra mim. E na viagem fiquei escutando muita musica. Acho que a musica mais linda pra mim é essa do Paulinho Moska. Afinal, o que voce faria, se só te restasse esse dia? Se o mundo inteiro acabasse, o que voce faria? Se isso acontecesse, eu estaria tranquila, porque sempre procurei seguir o caminho do bem, fazer o que é certo. Acho que isso é o que vai importar no fim. Bjs.

Paulinho Moska - O último Dia

Meu amor
O que você faria se só te restasse esse dia?
Se o mundo fosse acabar
Me diz, o que você faria?

Ia manter sua agenda
De almoço, hora, apatia?
Ou esperar os seus amigos
Na sua sala vazia?

Corria prum shopping center
Ou para uma academia?
Pra se esquecer que não dá tempo
Pro tempo que já se perdia?

Andava pelado na chuva?
Corria no meio da rua?
Entrava de roupa no mar?
Trepava sem camisinha?

Abria a porta do hospício?
Trancava a da delegacia?
Dinamitava o meu carro?
Parava o tráfego e ria?

Comentários

  1. Erika, encontrar-me com você, agora, neste instante, é um instantâneo de que nunca, jamais vou esquecer... Muita alegria e vida vem de você, e você é querida, sua vibração me mostra um quadro de uma aura espiritual, a beleza a beleza dessa sua experiência de redescoberta da mágica...
    Sabe como encontrei você? Impressionado com a poesia e a arte e a filosofia e o sentimento da Hideko Honma, que acabei de ver no SPTV da tevê Globo, fui até o Google e digitei o nome dela.
    Dentre os sites, acabei escolhendo o seu, porque anunciava cursos da Hideko.
    Daí vi você e seu blog e sua mensagem sobre mágica
    que faz mágica,
    que me faz, com magia,
    sentir-me melhor.
    Sabe, acho até que a palavra mais apropriada para o que eu -- e você, também -- sentimos agora é MAGIA. Porque MÁGICA é palavra mais comumente associada a "truque", "ilusão".
    E você e o seu astral e os seus ancestrais, bem como a magia da mágica cena da criança acenando para o motorista não são truques nem ilusão. Você e o seu astral, assim como cada ser ou partícula criada no ecossistema cósmico pelo Amor Universal, representam, graças a Deus (o Amor Universal) e pura realidade pura.
    A você a a quem mais ler o que acabo de escrever. Fiz isso grande emoção.
    Muita alegria a todos, sempre.

    Quem sou eu: Sérgio Roberto Torres, nascido em 13-9-1950, editor de livros (atividade nos últimos 20 anos), filósofo (o tempo todo), escritor (ainda não publiquei nem tentei publicar livro), jornalista (diplomado), fotógrafo (já dei aula de fotografia, tive laboratório p&b), cinegrafista (reportagem com câmera 16 mm), revisor de texto, revisor de tradução do inglês, espírita (umbandista ecumênico), comunista crístico (ou budístico ou...)
    Um beijo no coração seu, Erika Yamauti, e no de todos os que estiverem lendo.

    ResponderExcluir
  2. Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Notebook, I hope you enjoy. The address is http://notebooks-brasil.blogspot.com. A hug.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Presos na gaiola

Acabei de ler 2 vezes o livro da Mirian Goldenberg. Muitas reflexoes e inspiração para escrever alguns posts. No livro, a Mirian fala do sociólogo Zygmunt Bauman, para quem existem dois valores absolutamente indispensáveis para uma vida feliz: segurança e liberdade. Segurança sem liberdade é escravidão. Liberdade sem segurança é o caos.


A questão é, como nós, brasileiros, podemos nos sujeitar a viver sem segurança nem liberdade? Esses dias fiquei em Gramado, que é o destino turístico mais seguro do Brasil. Faz muitos anos que nao sentia essa sensação tão maravilhosa e reconfortante de plena segurança. Muita felicidade.


Poder andar na rua tranqüilamente, livre, de dia, de noite, de madrugada, sabendo que nada de ruim pode te acontecer. Tendo a sensação de que tudo está seguro e tranquilo. Sabendo que voce pode ir e voltar para o hotel a pé, sempre em segurança.


O valor disso é incalculável, e os cidadãos de Gramado se orgulham muito de terem uma cidade segura. Pelo que me falaram, qu…

Circularidades

Passei mais de dois anos sem atualizar esse blog, não sei exatamente o motivo, mas sempre sentia vontade de voltar a postar. Quando leio meus posts antigos, posso perceber claramente o quanto eu cresci e me desenvolvi em todos os sentidos nesses anos de distância. E acho que isso é o mais bacana de mantermos um blog: poder elaborar um registro do que a gente pensa e sente, ao longo de muitos e muitos anos. Tenho até vergonha de alguns posts muito bobinhos, mas no geral, esse blog refletiu como eu penso e como me movimento no mundo.
A vida anda muito completa e feliz para mim em todos os campos: pessoal, profissional, emocional, familiar, espiritual, amoroso, enfim, acredito que consegui alcançar um equilíbrio muito buscado. Continuo trabalhando pra caramba como sempre, mas refletindo comigo mesma, creio que sempre fui assim e sempre serei. Gosto mesmo de trabalhar e de me envolver em diversos projetos ao mesmo tempo! Agradeço ao universo por ter permitido tanta felicidade e coisa boa…

Reuniao com tubarão

Eu sou uma pessoa muito meticulosa, pratica e organizada. Quer que eu odeie uma pessoa, mesmo que seja só um pouquinho? Simples, é só essa querida pessoa marcar uma reunião comigo de ultima hora, no mesmo dia. Porque a minha agenda é TODA feita com antecedência, eu planejo minha semana, planejo cada dia e o que vou cumprir em cada dia em termos de metas e objetivos. Gosto de dar um "check" nas tarefas cumpridas no fim do dia. Sou assim: sou planejadora. Tenho plano A, B e C pra tudo.
Nesse cenário tao perfeitamente calculado, um compromisso de ultima hora altera toda minha rotina mental, e daí, acabo extremamente irritada. Entao se eu for realmente obrigada a ir em uma reuniao assim (sim, porque meu mundo não é cor de rosa, e assim como vc, tenho que engolir um monte de sapos), eu vou sair com pedras na mão, irritada, seca e nada disposta para uma negociação. 
Esse mês tive uma reuniao assim. Eu fui lá praticamente obrigada. E foi uma ocasião bem ridícula, pq a pessoa só chamo…