quarta-feira, maio 13, 2009

O mais improvavel...

Aconteceu comigo hoje. Estava na padaria, vindo pra Aliança, e comprei paozinho de queijo e carolinas recheadas de doce de leite para as senseis. Dai eu ajudei o velhinho do caixa com uma coisinha e fiquei conversando com ele.

E ele me perguntou: escuta, será que eu nao conheço voce? Seu rosto é familiar...e eu falei: acho que nao. Depois de uns segundos, ele perguntou: hummm, mas será que voce nao perdeu uma carteira?? E eu respondi na hora: é isso mesmo, EU PERDI SIM! Ou seja, ele tinha me reconhecido pela foto que eu tenho na carteira!! rsrsrsrsrsrs.

Como disse no blog, achei que tinham roubado minha carteira, é uma carteira preta, cheia de coisinhas (nenhuma de valor, mas anyway). Encontraram na padaria, sei lá como. E eu nem vou nessa padaria, prefiro outra! De qualquer maneira, o moço vai buscar e eu fiquei de passar lá depois pra pegar (se for mesmo a minha carteira). E vou frequentar mais essa padaria, pq acharam a carteira e se importaram a ponto de guardar a carteira e sair perguntando pras pessoas se alguem me conhecia. hahahahahaha.

Ainda bem que existe gente honesta nesse mundo! E ainda bem que eu ajudei e puxei conversa, daí o velhinho me reconheceu! Vai explicar uma coisa dessas? É a mao de Deus no nosso dia-a-dia? É a presença dos anjos? Se eu nao tivesse ficado conversando, talvez ele nao me reconhecesse, e nao recuperaria a minha carteirinha, pobre carteirinha (literalmente). Ufa! Me pouparam uma visita ao Poupa(gasta)Tempo.

Deus é a sombra do homem
Postado por Paulo Coelho em 13 de maio de 2009 às 00:10 (www.g1.com.br)
Já participei junto com o prêmio Nobel da Paz Elie Wiesel de várias conferências em Davos, na Suíça. Em algum de seus discursos, ele comentou:
“Deus é a sombra do homem. Assim como a sombra repete os movimentos do corpo, Deus repete os movimentos da alma”.
Acho excelente esta descrição de Wiesel. Sempre existe uma relação entre o que fazemos e o que recebemos em troca; quando somos generosos, a “sombra de Deus” repete os movimentos que fizemos em benefício do nosso próximo, e nos dá com generosidade dez vezes maior. Se somos cruéis, esta nossa crueldade se reflete no plano espiritual, e também retorna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário