segunda-feira, março 12, 2012

Sobre minha querida profissao

"Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isso tão poucos se dediquem a ele". Henry Ford.


Essa semana eu escutei uma coisa que me fez pensar muito, porque é uma triste verdade. Na reunião disseram que nao adianta falar coisas sérias para um jornalista, por 2 motivos. Em primeiro lugar, o entrevistado só fala o que ele quer que seja publicado (lógico, só alguem muito ingenuo falaria na frente do jornalista algo que não quer ver publicado). Além disso, nao adianta falar de coisas sérias e complicadas com um jornalista, porque ele nao vai entender nem metade!!


Pior que isso é verdade. Os jornalistas em geral Alguns jornalistas parece que andam fora da realidade, num mundo paralelo, com muita preguiça de pensar e usar a cabeça. Tem assuntos que para um jornalista entender, tem que explicar muito bem explicado. E tem mais questoes - por ex., tenho um cliente para o qual pedi um aumento no orçamento, e ele me mostrou orçamentos de outros jornalistas. 


Na hora eu sinceramente não acreditei, porque o valor que eles estao pedindo é muito ABAIXO do valor do mercado. Eu nao consegui me conter e falei: que tipo de QUALIDADE você espera com um serviço nesse valor?? Sério?? Porque eu sei o valor do meu trabalho, sei que me dedico muito para esse job, várias viagens e varias entrevistas. Sei que o meu serviço vale mais, porém tive que recuar em relação à minha solicitacao de aumento do contrato. 


Meudeusdoceu, que profissão é essa que eu escolhi?? Porque será que esses jornalistas bestas oferecem seu trabalho por valor abaixo do mercado?? Será que nao percebem que essa concorrencia desleal prejudica a todos os outros, inclusive a si próprios no futuro?? Isso é lamentável e mostra uma falta de visão impressionante. Realmente, nao é prestando serviços de jornalismo para outras empresas que ficarei rica para ajudar muitas pessoas. Preciso criar meu proprio modelo de negocio, pensando bastante e me dedicando muito!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário