sábado, abril 28, 2012

Desapega do passado!!

Para fazer uma viagem longa, acredito que a gente tem que levar pouca bagagem! Por isso procuro manter a minha mente bem leve e ágil. As coisas boas viram lembranças gostosas que aquecem o meu coração. As coisas ruins eu esqueço facilmente. Por ser uma pessoa com mente tranquila, fica fácil perdoar e esquecer.

Nunca fui de guardar mágoa ou ressentimento, porque sei que esse tipo de emoção só envenena a pessoa que o carrega. Guardar ressentimento é tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra, segundo Shakespeare. Eu não quero veneno em mim!!

Quantas pessoas a gente conhece que passam a vida inteira guardando sentimentos negativos no coração?? O resultado é que aos poucos, essas pessoas ficam murchinhas e sem vida. Comigo é até meio engraçado porque as vezes alguém me fez mal, nao foi correto, mas eu esqueço depois de um tempo...hahaha...e lá vou ajudar ou conversar de novo...rsrsrsrs...(sou tonta mesmo).

Recebi uma ligacao essa semana que me deixou MUITO preocupada e me fez mobilizar umas 5 pessoas no meio da noite (T, P, A, F, K, se lerem isso, eu peço muuuuuuuuuuitas desculpas pela confusão desnecessaria!! Foi minha culpa, eu exagerei na reação, mas vcs sabem o porquê). Anyway, um moço ligou pra me pedir desculpas por algo que ele fez (ou diz ter feito) pra mim há cerca de 10 anos. Pra ele era importante pedir desculpa. Pra mim, sinceramente nem lembrava de algo que demandasse perdão. Porque eu sou muito sossegada. Realmente não guardo magoa das pessoas. O que aconteceu de ruim essa semana, já esquecerei na próxima, tudo perdoado!!

Fico imaginando se o moço trouxe consigo esse sentimento de que precisava me pedir desculpas, por todos esses anos. Acho que da minha parte, no meu dia-a-dia não preciso pedir desculpas, porque eu não machuco as pessoas, muito pelo contrario, procuro ajudar. A gente acaba tendo essa consciencia de que tudo é um processo e que as coisas estao interconectadas no universo. Somos todos um só. Bjs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário