quinta-feira, novembro 22, 2012

Um verdadeiro gentleman

A definição verdadeira de um gentleman que nao esta nos dicionários: o verdadeiro cavalheiro é capaz de matar uma barata sem pestanejar, pra donzela nao sair correndo do restaurante!! Hahaha. Serio, acho que as baratas estão me perseguindo, porque estava tomando café com o R. e de repente, vejo uma barata no canto do restaurante.

Acho que o bicho, apesar de nao ter cérebro, deve sentir instintivamente o pavor das pessoas, porque acredita que num salão enoooooooorme, a barata veio logo pra nossa mesa? O R. tava no telefone, mas percebeu meu...hummm....panico, e "PÁ!!", matou a barata sem hesitar. Hahaha. Obrigada, R. porque eu realmente teria um chilique em publico se a barata alcançasse o meu lado da mesa!

Outra demonstração irrefutavel de que ainda existem homens super gentis. O F. quebrou o hashi pra mim, colocou na minha frente, colocou shoyu no potinho, separou wasabi pra mim...ou seja, muito muito muito gentil. E ele fica servindo agua ou suco no meu copo, e é super atencioso comigo. Enfim, sou uma moça de sorte né! Tenho a companhia de queridos gentlemen no meu dia a dia! Bjs.

Um comentário:

  1. Apenas para constar, mas as baratas conseguem sim sentir o "medo" das pessoas.

    Bom, não é bem o medo, mas sim os odores que o corpo produz quando está em situação de medo ou estresse.

    São coisas que nós nem conseguimos sentir, mas que baratas (e outros insetos), conseguem "farejar" a metros de distância.

    E sentindo esse odor do medo, ela presumi que "seja lá quem for", é uma presa em potencial...

    Ou seja, a barata vai em busca de alimento (mesmo que seja um pseudo-alimento com mais de um metro e meio de altura!)


    PS: Eu não sou nenhum expert em insetos. Só sei disso pois fiz uma matéria sobre insetos com um biólogo (isso ainda nos anos 90)... Mas na época, isso pra mim também foi novidade!

    ResponderExcluir