quinta-feira, outubro 31, 2013

As mulheres mandam no mundo. E ninguem manda em mim!

Ultimamente gosto bastante dessa musica das meninas lindas do Girl´s Day (Female President - 여자 대통령). Fala (de um jeito bem bonitinho, afinal estamos falando de K-pop), sobre um mundo em que a mulher não precisa ficar esperando "permissão" dos homens pra ser feliz, pra beijar, pra ser independente e fazer o que quiser. Em resumo, fala sobre o mundo de hoje! Pena que também fala sobre um mundo que nao existe para 99% das mulheres!

A Coreia é um país culturalmente muito (muuuuuuuuuuito) mais rigido que o Brasil. Entao acho interessante uma musica que fala sobre a primeira presidente mulher do país (Park Geun-hye). A gente tambem tem uma presidenta. A Dilma está aí, aparecendo, mandando e tentando comandar a nossa nação. Ela é a maior autoridade do País, a comandante chefe das Forças Armadas do Brasil. Ela deveria ser um símbolo da força dos brasileiros e representar as brasileiras no mundo. Mas entao, porque a população masculina (e mesmo feminina) do Brasil não respeita as mulheres e consegue ser mais (muito mais) machista do que muitos países?

We have a female president
Why so serious? What’s the problem?
If a girl kisses first, she gets arrested or what?



Infelizmente, eu acredito que essa sexualidade permissiva e abusiva que a gente vê na novela, na TV, no carnaval, deve dar uma pane geral na cabeça de gente menos desenvolvida intelectualmente (* se você aprecia eufemismos, parabéns, é sinal de que possui desenvolvimento normal). Muitos "homens" crescem achando que mulher é objeto, é propriedade, é produto à venda no supermercado. Por isso vemos casos tão absurdos de homem que mata a mulher e alega "crime passional". E temos casos de caras babacas que tentam destruir a existencia de mulheres que fizeram parte de sua vida, depois do rompimento.

Casos como da menina Fran me deixam estarrecida. Porque estamos em um país em que as pessoas ficam peladas e se pegam na novela, no desfile de samba, no reality show, na rua, e ao mesmo tempo, aparentemente, neste Brasil-sil-sil nao se faz sexo, vide o nivel de ódio e sofrimento imposto à garota. Até mesmo mulheres nao se furtaram a dar sua opiniao preconceituosa e denegriram a moral da pobre garota. Porquê? E o cara? Nada mudou para esse babaca. Afinal, porque permitimos que as mulheres se diminuam em relação aos homens?

Por exemplo, o comprimento da minha saia nao permite que um cara venha falando gracinhas para mim. Eu uso a roupa que eu quero. Se eu quiser usar uma minisaia, eu uso. Se eu quiser usar vestido curto, eu uso. E se eu quiser andar de Lolita na rua, eu vou! O que as pessoas tem a ver com isso? Eu pago minhas contas, eu comprei minhas roupas, nao estou fazendo mal pra ninguem, entao o que as 8 bilhoes de pessoas do mundo podem ter a ver com a minha vida?

Uma coisa que sinto falta do Japao é que lá voce pode andar com a roupa que quiser, com a atitude e estilo que quiser, com uma meia branca e outra vermelha, e NINGUEM vai te encher o saco. Aqui é dificil. Eu ando com meu mp3 ligado a todo tempo pra nao escutar as "gracinhas" de babacas na rua. Sinceramente, já cansei de xingar, acho mais facil ignorar mesmo. Mas nao deixo de fazer as coisas que eu quero, ou usar as roupas que eu gosto e acho que ficam bonitas em mim, por causa da opiniao dos outros. O que conta é a minha opiniao. Sou independente, sei o que eu quero e vou atrás. Trabalho pra caramba e vivo do meu jeito. E ninguem tem nada a ver com isso. Bjs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário