Pular para o conteúdo principal

Idas e vindas do amor

Esses dias meu amigo me perguntou: "Erika, e aquele engenheiro que voce estava saindo?". Para quem nao sabe, a minha vida amorosa e sentimental é muito agitada e sempre cheia de novidades, sendo assim, confesso que tive que fazer um certo esforço mental para identificar o indivíduo ao qual meu querido amigo se referia. E ainda fiquei em duvida. Portanto, desconversei o mais elegantemente possivel! ^.^

"Engenheiro" acaba sendo um termo meio vago pra mim, porque 80% dos caras com quem saío são engenheiros. Creio que busco no meu complemento romantico aquilo que eu infelizmente não possuo, que é o senso matemático, a lógica cartesiana, a mente racional...hahaha...

Brincadeiras à parte, eu descobri que tinha (muitas) crenças limitadoras sobre o amor, profundamente enraizadas na minha mente. Elas foram embora depois de muita reflexão. Agora eu sei que mereço amar e ser (muito) amada e também sei o que busco para minha vida: liberdade, desapego, felicidade. Descobri também o segredo para isso, mas lógico que não vou contar aqui no blog (ao inves disso, vou escrever um livro e ficar milionária hahaha)..

Uma dica pratica é pensar o seguinte: voce precisa todos os dias sentir que é a pessoa mais sortuda, mais feliz do mundo, junto da pessoa que voce escolheu. Se voce nao sente isso, nao é amor. Se te machuca, nao é amor. Se não te respeita, nao é amor. Eu infelizmente, por mais maravilhosa, linda e princesa que eu seja, não posso obrigar ninguem a gostar de mim. Portanto, se o cara não gosta de mim, paciência. A vida é mais do que isso. A vida foi feita pra ser feliz! Leia com atenção o conselho desta que vos escreve: "A vida é curta. Curta a vida!"

Logico que nao vou ficar aqui me autointitulando de expert em relacionamentos. A minha vida amorosa é agitada, incompleta, engraçada, às vezes tragicômica, e acima de tudo, feliz. Porque eu sempre jogo o jogo, sem medo de me machucar, de ser boba, acreditar ou mal compreendida. Arrisco, tento, tento de novo, falho, recomeço. Porque quanto mais voce joga, vai conhecer melhor as regras do jogo. Arrisque as suas chances, com as cartas que vc tem nesse momento. Nao espere uma hora certa, até porque nao existe essa coisa de "momento certo". Simplesmente se jogue e seja feliz. Pense nisso! Bjs!

PS: Quem sabe eu nao encontre mr. Lee?? A Park Ji Yoon tá podendo: além dessa musica ser super gostosa de ouvir, tem a maior concentração de homem lindo em um clipe, incluindo participação muito especial de mr. Lee Min Ho!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos na gaiola

Acabei de ler 2 vezes o livro da Mirian Goldenberg. Muitas reflexoes e inspiração para escrever alguns posts. No livro, a Mirian fala do sociólogo Zygmunt Bauman, para quem existem dois valores absolutamente indispensáveis para uma vida feliz: segurança e liberdade. Segurança sem liberdade é escravidão. Liberdade sem segurança é o caos.


A questão é, como nós, brasileiros, podemos nos sujeitar a viver sem segurança nem liberdade? Esses dias fiquei em Gramado, que é o destino turístico mais seguro do Brasil. Faz muitos anos que nao sentia essa sensação tão maravilhosa e reconfortante de plena segurança. Muita felicidade.


Poder andar na rua tranqüilamente, livre, de dia, de noite, de madrugada, sabendo que nada de ruim pode te acontecer. Tendo a sensação de que tudo está seguro e tranquilo. Sabendo que voce pode ir e voltar para o hotel a pé, sempre em segurança.


O valor disso é incalculável, e os cidadãos de Gramado se orgulham muito de terem uma cidade segura. Pelo que me falaram, qu…

Circularidades

Passei mais de dois anos sem atualizar esse blog, não sei exatamente o motivo, mas sempre sentia vontade de voltar a postar. Quando leio meus posts antigos, posso perceber claramente o quanto eu cresci e me desenvolvi em todos os sentidos nesses anos de distância. E acho que isso é o mais bacana de mantermos um blog: poder elaborar um registro do que a gente pensa e sente, ao longo de muitos e muitos anos. Tenho até vergonha de alguns posts muito bobinhos, mas no geral, esse blog refletiu como eu penso e como me movimento no mundo.
A vida anda muito completa e feliz para mim em todos os campos: pessoal, profissional, emocional, familiar, espiritual, amoroso, enfim, acredito que consegui alcançar um equilíbrio muito buscado. Continuo trabalhando pra caramba como sempre, mas refletindo comigo mesma, creio que sempre fui assim e sempre serei. Gosto mesmo de trabalhar e de me envolver em diversos projetos ao mesmo tempo! Agradeço ao universo por ter permitido tanta felicidade e coisa boa…

Reuniao com tubarão

Eu sou uma pessoa muito meticulosa, pratica e organizada. Quer que eu odeie uma pessoa, mesmo que seja só um pouquinho? Simples, é só essa querida pessoa marcar uma reunião comigo de ultima hora, no mesmo dia. Porque a minha agenda é TODA feita com antecedência, eu planejo minha semana, planejo cada dia e o que vou cumprir em cada dia em termos de metas e objetivos. Gosto de dar um "check" nas tarefas cumpridas no fim do dia. Sou assim: sou planejadora. Tenho plano A, B e C pra tudo.
Nesse cenário tao perfeitamente calculado, um compromisso de ultima hora altera toda minha rotina mental, e daí, acabo extremamente irritada. Entao se eu for realmente obrigada a ir em uma reuniao assim (sim, porque meu mundo não é cor de rosa, e assim como vc, tenho que engolir um monte de sapos), eu vou sair com pedras na mão, irritada, seca e nada disposta para uma negociação. 
Esse mês tive uma reuniao assim. Eu fui lá praticamente obrigada. E foi uma ocasião bem ridícula, pq a pessoa só chamo…