Pular para o conteúdo principal

Relatos de uma viajante (in)constante


Deliciosamente instalada num sofá macio e gostoso, comecei a escrever esse post as 5:40 de uma manha fria, no novo Starbucks do aeroporto de Guarulhos. Enquanto aguardo meu embarque, agradeço a todos os maravilhosos seres humanos que possibilitaram a inauguração do Starbucks no terminal "2", porque dessa maneira, as minhas madrugadas insones e noites frias de trabalho não serão mais tão vazias. Agora terei sempre chai latte e muffin de blueberry no aeroporto, 24 horas, ou seja, eu amo demais! Hahaha...:)

Hoje cheguei pra fazer check in na Avianca as 5:20 da manha. Detalhe, o balcão fica do lado de fora do aeroporto. Complementação: estava (muito) frio e escuro. Adendo: muito de repente, uma tiazinha maluca resolveu comecar o nosso lindo dia gritando com o pobre atendente da companhia aérea. Poxa, cadê o amor no coracaozinho das pessoas? Fiz meu check in e saí de lá correndo, para procurar meu querido Starbucks recem inaugurado (em setembro). Comecei meu dia feliz tomando um chai latte quentinho e um cookie de chocolate delicioso. Hummmm a vida é tao boa, nas coisas mais simples!

A bobona aqui quase perdeu o vôo. É a combinação de sono com desatenção. O portão era o 1D, mas eu nao sei porquê, eu li que era o portão 10. Ou seja bem no ultimo portão! Quando fomos perceber meu engano, sai correndo para o primeiro portao, e peguei a ultima chamada para embarque hahahaha...mas nem foi tao ruim pq teve gente que chegou depois de mim (=velhinhos). :p

Legal que a comandante era uma mulher! Gostei do vôo e do serviço de bordo, até porque ultimamente, é fato constante eu passar mal durante o vôo (haha) e dessa vez foi tranquilo. A aeronave da Avianca é mais espaçosa que a TAM e Gol, e dá para ficar com as pernas numa posição normal, de seres humanos normais que somos, nao "homo sapiens encolhidus" como é de praxe nas demais companhias que utilizei esse ano. Passou o filme RIPD, com o Ryan Reynolds,que assisti esses dias no cinema. Bem acomodada e confortável, nao passei mal (ufa). Até dormi bem gostoso!

Neste ano estou viajando bastante de aviao. Fui pra Buenos Aires, Recife, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Belém e Fortaleza. A melhor companhia, por enquanto, pra mim pelo menos, é a Azul. A Avianca tambem foi muito boa. Já a TAM e a Gol se eqüivalem no quesito de ruindade. Pelo amor de deus, é muito ruim viajar 4 horas apertado num banco de avião. Isso porque eu sou pequena, já imaginou o desconforto de quem é mais avantajado fisicamente? Eu sei que as companhias estao acumulando prejuízos bilionários, mas isso nao justifica tamanho desconforto e falta de respeito com o pax, na minha opinião.

Se bem que a gente fala em caos aéreo no Brasil, entao o que dizer dos vôos na África? O passageiro estava com tudo certo, bilhete emitido e a companhia simplesmente decidiu que nao iria voar naquele dia! O que fazer se a companhia nao honra o compromisso previamente assumido? Ele teve que voltar pra casa e embarcar no dia seguinte. E quem arca com os prejuízos? 

Outro passageiro tinha vôo marcado para 13:00 e chegou no aeroporto as 11, pra descobrir que o vôo tinha levantado vôo as 9:00, ou seja, resolveram adiantar e nao avisaram nada! E ele ainda fica me ligando da Africa do Sul, mas eu nao consigo fazer nada por ele, já que estou em outro continente (rsrs)! Depois a gente fala que nosso sistema aéreo nao funciona? Tem países em situação bem pior! Beijos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presos na gaiola

Acabei de ler 2 vezes o livro da Mirian Goldenberg. Muitas reflexoes e inspiração para escrever alguns posts. No livro, a Mirian fala do sociólogo Zygmunt Bauman, para quem existem dois valores absolutamente indispensáveis para uma vida feliz: segurança e liberdade. Segurança sem liberdade é escravidão. Liberdade sem segurança é o caos.


A questão é, como nós, brasileiros, podemos nos sujeitar a viver sem segurança nem liberdade? Esses dias fiquei em Gramado, que é o destino turístico mais seguro do Brasil. Faz muitos anos que nao sentia essa sensação tão maravilhosa e reconfortante de plena segurança. Muita felicidade.


Poder andar na rua tranqüilamente, livre, de dia, de noite, de madrugada, sabendo que nada de ruim pode te acontecer. Tendo a sensação de que tudo está seguro e tranquilo. Sabendo que voce pode ir e voltar para o hotel a pé, sempre em segurança.


O valor disso é incalculável, e os cidadãos de Gramado se orgulham muito de terem uma cidade segura. Pelo que me falaram, qu…

Circularidades

Passei mais de dois anos sem atualizar esse blog, não sei exatamente o motivo, mas sempre sentia vontade de voltar a postar. Quando leio meus posts antigos, posso perceber claramente o quanto eu cresci e me desenvolvi em todos os sentidos nesses anos de distância. E acho que isso é o mais bacana de mantermos um blog: poder elaborar um registro do que a gente pensa e sente, ao longo de muitos e muitos anos. Tenho até vergonha de alguns posts muito bobinhos, mas no geral, esse blog refletiu como eu penso e como me movimento no mundo.
A vida anda muito completa e feliz para mim em todos os campos: pessoal, profissional, emocional, familiar, espiritual, amoroso, enfim, acredito que consegui alcançar um equilíbrio muito buscado. Continuo trabalhando pra caramba como sempre, mas refletindo comigo mesma, creio que sempre fui assim e sempre serei. Gosto mesmo de trabalhar e de me envolver em diversos projetos ao mesmo tempo! Agradeço ao universo por ter permitido tanta felicidade e coisa boa…

Reuniao com tubarão

Eu sou uma pessoa muito meticulosa, pratica e organizada. Quer que eu odeie uma pessoa, mesmo que seja só um pouquinho? Simples, é só essa querida pessoa marcar uma reunião comigo de ultima hora, no mesmo dia. Porque a minha agenda é TODA feita com antecedência, eu planejo minha semana, planejo cada dia e o que vou cumprir em cada dia em termos de metas e objetivos. Gosto de dar um "check" nas tarefas cumpridas no fim do dia. Sou assim: sou planejadora. Tenho plano A, B e C pra tudo.
Nesse cenário tao perfeitamente calculado, um compromisso de ultima hora altera toda minha rotina mental, e daí, acabo extremamente irritada. Entao se eu for realmente obrigada a ir em uma reuniao assim (sim, porque meu mundo não é cor de rosa, e assim como vc, tenho que engolir um monte de sapos), eu vou sair com pedras na mão, irritada, seca e nada disposta para uma negociação. 
Esse mês tive uma reuniao assim. Eu fui lá praticamente obrigada. E foi uma ocasião bem ridícula, pq a pessoa só chamo…