terça-feira, setembro 18, 2018

Aprendendo a pedir ajuda


Uma coisa que eu nunca fui boa na minha vida é em pedir ajuda. Reconheço que era uma falha e uma falta da minha personalidade, porque desde criança, prefiro (tentar) resolver as minhas coisas e problemáticas sozinha, do que pedir ajuda. 

Segundo a minha coach, como nasci de "forceps", pra mim, qualquer tipo de ajuda dói, está marcado no meu inconsciente (e no meu rosto, pois tenho uma marquinha do nascimento). 

E realmente, quando pedia ajuda, me sentia diminuida e fraca. Preferia sofrer sozinha, e claro, sempre ajudar os outros (me mostrando inabalável para o mundo, mesmo que em caquinhos por dentro).

Dessa vez, nesse meu ultimo break up que me machucou demais, eu pedi ajuda pra todo mundo, fiquei chorando com os amigos, pedindo conselho, pedindo carinho, tentando entender o que deu errado e quais as lições eu podia aprender com esse relacionamento. Os meus amigos disseram de tudo, me aconselharam e inclusive, deram muitos insights que eu nao tinha pensado. 

E nesse processo de chorar com todo mundo, descobri porque machucou tanto dessa vez: eu terminei esse relacionamento ainda gostando muito da pessoa, e quando eu não estava no meu melhor. Mostrei para ele o pior de mim, e isso me magoa. E é uma pena mesmo não ter dado certo, porque ele combinava muito comigo.

Hoje eu sou humilde e sei pedir ajuda quando preciso, e principalmente, sei ajudar quando necessário. Outra divergência que tinha com a minha coach é que ela dizia que só podemos ajudar depois de responder três perguntas:

1) a ajuda é boa para mim
2) a ajuda é boa para a pessoa
3) ela pediu ajuda?

E eu teoricamente só poderia ajudar se as 3 respostas fossem sim. Hoje já tenho uma abordagem mais prática da coisa. Eu quero ajudar? Eu posso ajudar? Então ajudo. E que se exploda o resto. Deus está vendo, e se a pessoa não reconhecer o que eu fiz, tranquilo, eu sei o que eu fiz, e pra mim, isso já está bom. Eu tenho a consciência tranquila e pura. E isso que importa. Estamos todos juntos. Obrigada aos meus amigos e amigas, por me ajudarem sempre que preciso! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário