quarta-feira, setembro 26, 2018

We found love



Lógico que melhorei bastante nos últimos tempos, graças à infinita paciência dos meus amigos maravilhosos, que escutaram incansavelmente as minhas lamúrias e tristezas sobre o fim do relacionamento, me acolheram nas lágrimas e me ajudaram a refletir sobre todas as novas dúvidas que surgiram a partir dessa experiência triste.

Mesmo com todo apoio e suporte das pessoas que me amam, ainda sentia que faltava um “closure”, passar um remedinho no machucado, para cicatrizar e curar de vez o meu coração. Como para algumas perguntas eu não tinha resposta, fui perguntar pro meu terapeuta, o Fred Mattos (dica, assine o canal dele no Youtube!).

A minha dúvida era essencial para mim. Eu queria saber se eu sei o que é AMOR. Porque pensa bem, se apesar de tudo que estudei, li, vivi, sofri, superei, se eu AINDA não sei o que é amor, como eu vou ajudar as pessoas sendo coach?? Como vou construir um relacionamento saudável e maduro, sem saber definir se eu sei oque é amar?? Perai né!!

No meu coração, oque mais me machucava era pensar que eu tinha acreditado numa ilusão, numa cilada, numa mentira. Que eu tinha dedicado o melhor de mim por alguns meses pra viver uma farsa, sonhar com uma vida juntos, ser enganada por promessas de um falso amor, sem perceber oque estava acontecendo, desperdiçando meu tempo. Em resumo, achava que eu era uma otária. Simples assim.

O Fred me entendeu e me ajudou a compreender melhor minha angústia. Ele disse que tem diferença entre amor e relacionamento amoroso, essa é a primeira coisa. E para o amor, o meu critério era “reciprocidade”. O nosso amor não foi mais recíproco depois que ficamos distantes. Senti a tristeza no ar.

Dai o Fred respirou um pouco e colocou pra mim o critério da “entrega de qualidade”. E meu Deus, se olhar esse critério, eu tenho certeza absoluta que entreguei o melhor de mim. Como eu nunca tinha feito antes. Sem nenhuma ressalva. Entreguei 1000% do meu amor. Então, a minha parte foi feita. E portanto, eu sei muito amar, e sei o que é o amor. Amor é uma atitude, uma postura, mais do que um sentimento.

Outra coisa que me fez sentir o coração mais feliz foi que descrevendo o nosso relacionamento relâmpago trovejante, o Fred disse que com certeza, o moço me amou também. Porque senão não teríamos tido tantos sonhos e esperanças juntos. Lógico, depois a própria distância nos separou, porque ele tem um coração confuso, desconexão emocional, e mais dificuldade em manter um equilibrio na vida.

Mas nesse mundo que sustenta mentiras e desamor, confortou minha alma saber que o nosso amor foi verdadeiro. Foi amor enquanto durou. E sinto agora que estou pronta para amar de novo, muito mais, muito livre e feliz! We found love in a hopeless place. And I will find it again, because I’m in love with life!


Nenhum comentário:

Postar um comentário