quarta-feira, fevereiro 16, 2011

Doses diarias de paciencia

Tem algo que eu sempre falo e defendo: nao me importo que mexam nos meus textos. Eu sei que escrevo razoavelmente bem, sou uma pessoa humilde e nao tenho essa postura de nao permitir que outras pessoas alterem o que eu escrevi ou contribuam com opinioes e sugestoes. Eu gosto de criticas aos meus textos. Nao me importo até que as pessoas descaradamente copiem minhas materias na internet. Acho que isso faz parte da minha personalidade, eu realmente nao ligo para essas coisas pequenas - mas tem jornalista que liga.


Mesmo assim, nesse momento estou um tanto irritada, porque pegaram um texto que eu escrevi, picotaram, subverteram e mandaram para toda imprensa, sem nem me avisar antes. Pode uma coisa dessas??  Hoje com uma boa conversa descobri que NAO aconteceu isso que eu - louca - achei que tinha acontecido, ou seja, realmente, temos é que esquecer essa besteira de ficar irritado com qualquer coisa e perder tempo valioso das nossas vidas. Eu sou uma pessoa muito pacifica e paciente entao nao vou arranjar conflitos por causa de uma bobagem como essa. Para trabalhar na comunidade nipo-brasileira, a pessoa precisa estar munida de uma paciencia infindavel, porque precisamos praticar todo dia o pensamento zen budista: nada é constante, apenas a mudança! Bjs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário