quinta-feira, fevereiro 17, 2011

Liberdade de escolha...

De vez em quando eu penso na nossa condição humana. Somos todos seres humanos, animais com um pouquinho a mais de inteligencia que as demais criaturas que partilham conosco dessa Terra. Se todos somos seres humanos, o que faz a diferença entre uma pessoa pobre e uma rica? Uma pessoa com sonhos e outra sem sonhos? Um criminoso e uma pessoa do bem?

Praticamente todos os dias, quando acordo, tem uma senhora que dorme num cantinho da rua aqui perto da minha casa. Ela faz um tipo de cabaninha e fica lá dormindo. Eu sei que ela dorme de dia porque é mais seguro de dia. Eu tenho consciencia disso. Mas eu passo de manhã para trabalhar, ela está dormindo. As vezes passo de tarde para almoçar, ainda lá dormindo. De noite, de vez em quando, vejo ela na pracinha (não dormindo mas olhando o vazio). Sabe, se eu tivesse um dia (ou alguns dias) em que eu nao precisasse fazer absolutamente NADA, por exemplo, se eu me desse um ano sabatico, eu nao vou ficar dormindo o dia inteiro!!!

Se eu tivesse dias inteiros em que nao tivesse obrigação de fazer nada, eu ia provavelmente numa biblioteca e leria todos os livros que sempre quis ler, aprenderia coisas novas, línguas novas, coisas maravilhosas e fascinantes. Escreveria um livro, passearia no parque, ajudaria as pessoas. Principalmente isso. Se eu tivesse mais tempo com certeza passaria ele ajudando as pessoas, depois que eu me cansasse da biblioteca. rsrsrs. Passaria o dia todo fazendo comida no sopão dos moradores de rua, limparia as praças da nossa cidade, ajudaria uma creche ou escolinha. Faria alguma coisa a mais pelos outros. Construiria um mundo mais justo.

Todos nós temos a capacidade de fazer escolhas, e são elas que determinam o nosso caminho nessa vida. Mas é claro, quando voce faz escolhas, tem que arcar com elas, tem que persistir, nao pode desistir. O que sinto é que infelizmente, o mundo de hoje faz muita gente desistir no meio da jornada. Muita gente mesmo. A pessoa sente que nao tem força, enfrenta obstaculos e acaba desistindo. Acho isso muito triste.

Já imaginou se os japoneses tivessem desistido depois da Segunda Guerra? Estariam até hoje arruinados. Teriam botado o shamisen na sacola e ido dormir o dia inteiro pra nao ver o tempo passar. Mas nao fizeram isso. A vida é feita de escolhas. Podemos fazer boas escolhas. Vamos escolher o bem, a luz e construir um lugar melhor para todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário