terça-feira, fevereiro 09, 2010

Quero distancia!!

Situações da vida. O velhinho me traz um folder já impresso, resultado de meses de trabalho. "Erika, dá pra colocar uma frase a mais aqui?". E eu. "Logico, imprime uma etiqueta e cola aqui". hahaha. Eu nao vou colar. Nem vou imprimir a etiqueta pra ele. Quero ver se vem de novo me pedir algo tao sem cabimento. Alias, porque nao mandam reimprimir todo o lote por causa de 1 frase que ficou faltando? Sendo que nunca tiveram esse material de trabalho, e se tem hoje, é por meu esforço? Em resumo, velhinhos sao uma peça de humor em estado bruto.

E uma coisa que nao entendo é porque estao estourando tantos escandalos de desvio de dinheiro nas entidades nikkeis. Hoje vi no jornal que até o pessoal do kendo está envolvido em escandalo de corrupcao. está faltando dinheiro. Como pode? Kendo nao é a arte dos samurais? E samurai pode roubar ou cometer falcatruas? Meu Deus, até os principios eticos dos samurais nao sao mais como eram antigamente...

Talvez nao seja nem de maldade, mas por ingenuidade, que casos assim vem acontecendo. O mais engraçado é que os velhinhos ignoram sintomas classicos de pessoas mal intencionadas, que vem com terceiras ou até quartas intenções na "conversinha". Por exemplo, hj tinha uma reuniao e lá estava uma pessoa que classicamente, vai dar problema. Nao preciso conhecer para saber que ainda vai se envolver em algo ilicito. Energia ruim, pensamentos ruins, chave de cadeia. Eu percebo, qualquer um percebe, mas eles nao percebem isso!

Quer um sinal classico? Pessoa que fala muito e faz pouco. Gente que fala que conhece muita gente mas que nao é conhecido. Pessoa que diz que manda (mas nao manda. Alias, lider de verdade nao precisa mandar em ninguem). De pessoas assim, sugadoras de energia, vampiros diurnos, eu mantenho distancia. Nao quero me envolver e prefiro ficar bem longe de pessoas do mal.

Quer me ver num video do Youtube? sobrou pra mim, a jornalista, aparecer tambem. Mais videos em www.youtube.com/aliancacultural. Bjs.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário