quarta-feira, março 14, 2012

Como é o processo de montar uma agenda??

"Sua tarefa é descobrir o seu trabalho e, então, com todo o coração, dedicar-se a ele" (Buda). 

O processo de montar a agenda Amo Japão é um tanto estafante. Porque quem vê o resultado acha que deve ter dado trabalho, mas que fica muito legal. O que as pessoas não sabem é que dá MUITO trabalho mesmo!!! hahahahaha.

Pra fazer a agenda eu fico buscando panfletinhos por aí, na Liberdade e nas entidades que frequento cotidianamente. Também acesso vários sites e principalmente, procuro conversar com muita gente pra ficar inteirada dos assuntos. E marco tudo isso no meu email. Alias, tenho que descobrir um jeito mais facil de organizar isso tudo, que nao seja no meu Gmail (hahahaha já pensou se dá pau no Gmail?? minha vida acaba!!).

O pior mesmo é quando eu decido realmente editar a Agenda, ou seja, chegar na forma final de lista informativa. Daí eu passo um final de semana inteirinho em frente do computador, pesquisando, escrevendo, editando, checando, completando, tirando duvidas e corrigindo para chegar nas informações mais acuradas possiveis. No total são umas 10 paginas no Word. =O

Lógico que é importante pra mim, pessoalmente, ajudar as pessoas da melhor maneira possivel, e acho que com a agenda eu posso ajudar essas pessoas e muitas entidades. Considero essa a maior realização pelo meu trabalho: saber que eu posso ter contribuido com 1 visitante para um evento qualquer de uma entidade, já vale todo meu esforço. Saber que alguem conheceu o trabalho de uma entidade como a Abeuni ou Asebex ou JCI ou Seinen Bunkyo por causa da agenda já me deixa feliz. Sério mesmo.

Esse é um trabalho que eu posso fazer, talvez só eu possa fazer. Por eu ter um perfil diferenciado (jornalista e voluntaria ativa nas entidades), eu tenho acesso a informações que a maioria dos jornalistas da comunidade não tem ou não procura saber. Por isso eu acho que posso fazer essa ligação entre as pessoas que gostam de cultura japonesa, mas nao sabem como / o que / onde encontrar, e aqueles que divulgam a cultura japonesa, mas nao sabem como /porque promover. Enfim, dá trabalho mas o resultado final é compensador!! Bjs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário