terça-feira, março 27, 2012

Mudar o mundo. Eu quero. Eu vou.

"I JUST LOOOOVVVVEEEE  YOUR ATTITUDE, AND THE WAY YOU WORK ERIKA."

Puxa, sinceramente, é por momentos assim que vale a pena trabalhar tanto!! Thank you J!!  Porque eu não faço questão de reconhecimento, plaquinha, lugar especial, menção honrosa, titulo de não sei o quê. Não quero isso, não busco isso. Mas um email assim tão sincero e emocionante alegra o meu dia, a minha semana, o meu mês...=)

Aliás, eu li que a gente devia mesmo é pegar momentos assim e eternizar de alguma forma, porque dessa maneira, no dia em que estiver me sentindo por baixo, derrotada e 1/2 deprê, é só olhar essas mensagens que vou sentir as forças renovadas. Graças a deus, tenho muitas mensagens assim no meu email. De gente conhecida e desconhecida. Só tenho que encontrá-las na bagunça do meu gmail hahahahaha...

Hoje estava bobeando na net e encontrei esse trailer no blog do Tas do filme "Quem se Importa" (Who Cares). Entrei lá mais por causa do titulo provocativo do post: "Voce pode mudar o mundo?". Eu acredito que sim, eu POSSO mudar o mundo. Desde criança eu sonho em mudar o mundo, e eu sei que vou melhorar o mundo. Nem que leve 1 ano, 10 anos, 1 vida. Eu vou realizar o meu sonho de contribuir para o mundo. E nesse trailer, eu vi o que eu quero fazer. É exatamente isso que eu quero! É assim que eu me sinto no coração!!

Voce pode me perguntar: "se você quer, então porque não fez até agora, Erika??" A resposta é simples, muito simples. Porque eu, como todo mundo, tinha (tenho) MEDO. Medo contaminante. Medo derrotante. Medo paralisante. Todo dia inventava uma desculpa nova pra mim mesma. Mas decidi que o medo não vai mais paralisar meus projetos e sonhos.

Afinal, sentir medo é bom, significa que tenho coragem, significa que estamos VIVOS. Vou arriscar e jogar as cartas que eu tenho na mesa, porque eu sinto que são cartas vencedoras. Vou vencer esse jogo  da maneira mais direta possivel, encarando meus medos e meus sonhos de frente. Daqui a um tempo, eu mudarei o mundo, ou pelo menos parte dele. Mesmo com medo, incerteza e frio na barriga. Disso eu tenho 100% de certeza. Bjs (e assista o filme!).

Nenhum comentário:

Postar um comentário