sexta-feira, novembro 29, 2013

Você consegue encontrar um erro?

Tem uma coisa muito engraçada (e meio hipócrita) na profissão de jornalista. A gente gosta de encontrar erros nas coisas que fazemos! Muitas vezes não enxergamos o lado bom do nosso trabalho, não temos orgulho dos nossos proprios resultados! Somos seres meio patéticos na verdade.

Quando chega uma revista da gráfica, por exemplo, a primeira coisa que a gente faz é ver na capa se tem algum erro. Depois você olha a página da sua matéria (para ver se teve algum erro seu) e depois checa as paginas dos colegas (para apontar o erro dos outros). Porque sempre tem algum errinho na revisão. Fato: é muito dificil que uma edição de revista ou jornal saia 100% perfeita. Então às vezes ficava buscando erros, ao invés de acertos. Fala sério, isso nao é um sentimento complicado de autossabotagem?

Eu mesma fui vitima dessa complexo de autoperseguição por anos e anos. Hoje aconteceu uma coisa engraçada. Depois de muito trabalho, consegui (mais) um milagre e o material do evento chegou justinho no horário da reunião. Eu sou uma mestra no encantamento das pessoas, entao obtive esse resultado incrivel em apenas 2 dias uteis. Foi uma operação logistica de alta complexidade, envolvendo muitos telefonemas, palavrinhas doces e emails.

Pois bem, distribui o material na reunião alegre e orgulhosamente, e voltei para a sala, porque tinha que correr para outra reuniao. E nao é que um velhinho me apontou um "erro" nesse material? Ao invés de escrevermos "Tema 2014", estava escrito "Tema 2013". O que me deixou mais assustada (comigo mesma) é que em outros tempos, EU mesma teria descoberto o erro, de tao cricri e maluca que eu era (hahaha). Eu seria a primeira a abrir o pacote e esquadrinhar todos os cantos, procurando falhas, com meu superego supercritico. E nao faço mais isso!

Outra coisa que a Erika de antes faria, quando descobrisse esse erro tão "imperdoável": eu me sentiria CULPADA. Sim, muito culpada por ter errado em algo "TÃAAAAAO importante" (rsrsrsrsrsrsr). Eu simplesmente aprendi a relativizar e considerar tudo na medida correta. Sinceramente, qual é a importância que a troca de um numeral faz para os 8 bilhões de pessoas do mundo?? Ou para os rumos do evento?? Alguém será prejudicado?? Pelo menos 10 pessoas leram o material e não apontaram o erro. Eu mesma nao percebi. Entao, digamos que 1% das pessoas perceba. E daí? Faz diferença pro mundo?? Nao!! A vida é simples, a gente que complica muito. Bjs!!

PS: acredita que a central de observação dos velhinhos encontrou mais 1 errinho mínimo? E voce acha que eu vou me estressar com isso? haha...^.^

Nenhum comentário:

Postar um comentário