quarta-feira, setembro 12, 2007

Um post aquatico...


Se tem algo que me deixa muito paranóica é o desperdício de água. Sim, a nossa querida água, vulgo H2O, nosso elemento natural mais precioso e fundamental para a vida. Eu realmente acredito que daqui a alguns anos, e não serão tantos anos assim, a gente vai conversar coisas do tipo: “lembra como era fácil antes, quando era só abrir a torneira e saia água?”

É como disse meu tio, que contou pra mim que nadava no rio Tietê quando era criança. Imagina, a cidade matou o rio em tão poucas décadas. Então como será a represa Billings dentro de poucos anos? Pois é, num futuro bem próximo, a água será escassa, a torneira vai estar seca, e vamos todos nos arrepender por ter tratado a natureza tão mal.

Por exemplo, quando tem uma torneira vazando pinguinho de água, eu fico maluca, nervosa, e dou um jeito de fechar a torneira, em qualquer lugar que eu esteja. E também não tomo banho de chuveiro. Chuveiro desperdiça muita água. Eu só tomo banho de ofuro (banheira japonesa), e reaproveito a água depois de 2 dias, para lavar a casa ou lavar roupa.

Ah, eu também não tenho maquina de lavar roupa. Essa é uma maquina do inferno, que só desperdiça água limpa. Você já pensou quanta água boa se perde nesse processo de lavar roupa, fazendo 2 enxagues? Eu lavo minha roupa à mão, e com água do ofuro.

Claro, eu admito que esse processo não é muito moderno, e provavelmente nem a minha batian fazia isso, mas tratam-se dos meus princípios. Eu não desperdiço água preciosa e valiosa com tarefas vilipendiosas. Outra coisa que eu não faço é lavar o carro. Eu gosto quando ele fica bem sujo, tão sujo que faz uma camada de poeira por cima da tinta, cheia de texturas cinzinhas e marrons bem definidas. Gosto é gosto!!

Dessa maneira, além de economizar água para o mundo, eu economizo plins-plins, e tb os flanelinhas nem passam perto do meu carro com medo de se sujar. Pena que o meu namorado escreveu “sujinho” e “lave-me, sou porquinho” no meu carro na semana passada. Daí não teve jeito, tive que mandar lavar...=)

E só pra completar esse assunto da água, outra maquina moderna que eu simplesmente o-de-i-o é o Vaporetto. Que idiota teve essa idéia tão imbecil de criar uma maquina que utiliza a força mecânica da água pra limpar folhas e cocô de cachorro?? Tarefas que poderiam ser facilmente cumpridas com uma prosaica vassoura consomem dezenas e dezenas de litros de água boa, pura e valiosa. Eu passo mal quando vejo um Vaporetto funcionando na minha frente. Ai ai ai...e o que fazer, se as pessoas são tao preguiçosas?? Bjs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário