Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2009

O mais improvavel...

Aconteceu comigo hoje. Estava na padaria, vindo pra Aliança, e comprei paozinho de queijo e carolinas recheadas de doce de leite para as senseis. Dai eu ajudei o velhinho do caixa com uma coisinha e fiquei conversando com ele.

E ele me perguntou: escuta, será que eu nao conheço voce? Seu rosto é familiar...e eu falei: acho que nao. Depois de uns segundos, ele perguntou: hummm, mas será que voce nao perdeu uma carteira?? E eu respondi na hora: é isso mesmo, EU PERDI SIM! Ou seja, ele tinha me reconhecido pela foto que eu tenho na carteira!! rsrsrsrsrsrs.

Como disse no blog, achei que tinham roubado minha carteira, é uma carteira preta, cheia de coisinhas (nenhuma de valor, mas anyway). Encontraram na padaria, sei lá como. E eu nem vou nessa padaria, prefiro outra! De qualquer maneira, o moço vai buscar e eu fiquei de passar lá depois pra pegar (se for mesmo a minha carteira). E vou frequentar mais essa padaria, pq acharam a carteira e se importaram a ponto de guardar a carteira e sair pe…

Coisas da vida...

Estava assistindo um documentario na cultura, realizado pela Sinapse, sobre a imigração no Brasil, relacionando tudo isso com o mundo dos cabelos. Um programa muito bom. No final, os entrevistados (espanhol, italiano, português, boliviana, síria) respondem a uma pergunta simples: Você é feliz? E todos, sem exceção, são felizes no Brasil. E eles se consideram brasileiros de coração. Foi emocionante quando o entrevistado japones, Masashi Yamaguchi, cantarolou o hino brasileiro, tendo a bandeira do JP no fundo. Se bem que eu me emociono muito facil. hihi. 
O Brasil é o melhor país do mundo. Sei que parece clichê, mas é o melhor lugar do mundo, pelo menos na minha visão. Foi uma terra que acolheu com muito carinho milhões de imigrantes de todas as nações, e hoje, é uma pena que não saibamos cuidar muito bem do nosso país. Porque falta para os adultos, jovens e crianças de hoje algo que os imigrantes tiveram, no começo do século passado: OPORTUNIDADE. Sem oportunidade, criamos pessoas sem r…