sexta-feira, outubro 26, 2012

Pra nao esquecer mais nada!!

Semana passada fui num evento e esqueci caneta, porque troquei de bolsa. Pega mal a jornalista estar sem caneta, nao é mesmo? Então decidi comprar um organizador de bolsa, pra nao esquecer mais as coisas. Até porque semana passada tambem fiquei de fora por ter esquecido a chave. Além dos celulares que sempre esqueço (quem manda andar com 3 aparelhos??).

Comprei meu organizador de bolsa na lojinha Fancy Goods, na Liberdade, cheio de bolsinhos e compartimentos, e todo rosinha, pq de cinza, basta a nossa cidade. Olha a diferença do "antes" e do "depois" nas fotos! Aproveitei pra comprar tambem esses bichinhos em post it, lindos lindos lindos!!

Jornalista adora coisinhas para escrever e anotar tudo. Entao eu sempre estou procurando coisinhas lindas assim para trabalhar com muito mais charme e "kawaiice". Pq eu sou totalmente kawaii...hahahaha...Bjs.
 


quinta-feira, outubro 25, 2012

Perguntas com muitas respostas

Eu nao gosto de assistir tv mas tenho acompanhado aos sábados a serie Sessão de Terapia no GNT. Eu acho interessante porque enxergo muito como sao minhas conversas com a p., e o seriado é bem legal: cada episódio conta a história de um personagem, e no sábado, exibem os 5 episódios em seqüência, que é quando assisto. O que acho mais interessante é o de sexta feira, que é quando o proprio terapeuta, o Theo, busca terapia.

Você sabia que a maioria das pessoas, ou melhor, 100% das pessoas repetem comportamentos e padrões dos nossos pais inconscientemente? Eu nao sabia. Percebi há pouco tempo. Mesmo sem querer, eu repeti muita coisa da vida dos meus pais em minha propria vida. É engraçado, porque somos seres muito prepotentes, acreditamos estar no controle mas na verdade, existem forças muito mais poderosas que a gente que nos conduzem na vida. Essa força é a nossa mente.

Outra coisa legal da serie é que mostra como se desenvolvem as "perguntas". Você responde uma pergunta, e vem uma outra pergunta, que faz surgir outra pergunta, sobre "oque, porque, quem, quando, como"...é super engraçado, porque eu sou jornalista, e estou acostumada a perguntar tudo isso para as pessoas, enchendo o saco dos meus entrevistados, mas eu mesma nao fazia perguntas pra mim. Eu nao questionava minhas proprias perguntas e principalmente, nao buscava minhas respostas.

Por exemplo, o que é felicidade? O que é um relacionamento? O que é sucesso? Se a gente nao pensa nessas questões, nao saberemos o que estamos procurando. E se nao soubermos o que procurar, como reconhecer quando encontrarmos? Outra coisa importante é pensar: por que eu fiz isso? Por que eu senti aquilo? Porque eu quero tanto isso? Precisamos descobrir os porquês da nossa vida, para termos uma direção a seguir. Em resumo, sao lições da vida, que podemos utilizar para nosso crescimento. Bjs.

quarta-feira, outubro 24, 2012

Na moda com roupa usada!!

A minha tia guardou umas roupas usadas achando que eram minhas, porque eram do meu tamanho, mas no final nao eram minhas! rsrsrs, afinal eu nao reconhecia nenhuma peça (eu tenho memoria ruim pra roupa, mas nem tanto assim). 

Entao ficamos mexendo nas roupas e escolhi pra mim essa jaqueta super bacana, que estava no meio da bagunça hahahaha...a gente nao sabe de quem é, mas eu achei que ficou super legal! Usei com uma saia jeans que tenho há uns 15 anos (caramba como o tempo passa!! credo!!). 

Gosto de doar roupas e trocar roupas, quem sabe organize um bazar pra isso?? Bjs!!
 
PS - falando em roupas, eu acho LINDO o clima noir e o figurino desse clipe do Secret (Poison) e também os vestidos (e a tattoo) desse outro clipe (Sistar - Alone). K-pop, nao tem jeito!


terça-feira, outubro 23, 2012

Encontrando o novo consul do Japao

Portal Nikkei
Naquele dia eu juro que quase morri de vergonha! Estava no evento conversando com o M-san toda feliz e contente, e de repente, o novo consul geral do Japao, Noriteru Fukushima, veio conversar com a gente!! #aimeudeus que nervoso!! Porque uma coisa é conversar em nihongo com o M-san, outra coisa é conversar com o cônsul geral do Japao. O meu nihongo ainda nao chegou nesse nivel!!

Anyway, ficamos lá conversando sobre o curso que estávamos promovendo, sobre a lingua japonesa e também falamos da importancia de formar parcerias entre as entidades da comunidade nikkei. Mas lógico que o meu nivel de nihongo nao é suficiente para uma conversa tao aprofundada (ainda nao). Eu concordei e pontuei alguns comentarios na conversa. 

É por encontros e oportunidades assim que eu acho importante continuar estudando nihongo, por mais que seja dificil, por mais cansativo que possa parecer de vez em quando...porque no futuro proximo, eu quero muito falar nihongo fluentemente, parecendo uma native speaker. Eu tenho essa grata oportunidade de ter acesso a eventos e pessoas que a maioria não consegue alcançar/frequentar e preciso aproveitar minhas chances para aprender mais e mais.

Acredito que cada pessoa tem seus pontos fortes e pontos a melhorar. Como eu tenho essas oportunidades maravilhosas de ter contato com japoneses, e gosto de musica japonesa e cultura em geral, a minha conversação em nihongo é boa, minha pronuncia e vocabulário tb. O meu principal ponto fraco, COM CERTEZA, são os kanjis. Eu devo ser subcapacitada para aprender kanjis. Já tentei varios metodos, e a cada estagio que passa, só acumulo mais e mais kanjis que nao aprendi hahahahaha!!

A cada estagio que acaba eu digo pra mim mesma: "vou fazer revisão de kanjis desde o modulo 2. Dessa vez eu faço!!". Mas voce acha que eu faço?? hahahahahaha, eu fujo dos kanjis, acho que por isso eles nao gostam de mim!! Ainda bem que eu comprei o Midori, um app do Ipad que me ajuda a fazer lição de casa, porque senao eu ia perder umas 2 horas fazendo shukudai...bjs!!

segunda-feira, outubro 22, 2012

Meu novo professor de mandarim...

Eu admito. Meu maior pecado é a preguiça. Vaidade também, mas isso fica pra outro post. Enfim, estava morrreeeeeeeeeendo de preguiiiiiiiça de ir na aula de chinês toda segunda-feira de manha. Não poder enrolar para dormir no domingo. Aquele estresse no metrô. Então decidi organizar minha agenda pra ir nas aulas na terça de noite. Comecei essa semana.

Devo admitir também que o novo professor...como dizer...bom, ele nao é tão cativante como a minha laoshi anterior. Primeiro, porque ele ė homem. Segundo, pq ele é meio bravo, ou tímido (as vezes dá para confundir). Terceiro, pq ele nao tem uma didática inclusiva, fica um falando com a pessoa que está do lado e só. Mas vamos seguindo, quem sabe eu sinta uma melhora nas próximas aulas?

Engraçado que a minha professora tinha dito assim, ao me ver toda preocupada com a prova: "nao se preocupa, Erika, tirando nota 5 esta bom!!!" Agora você imagina que eu, EU, ia me contentar com uma mera nota 5? Claro que NÃO, daí eu estudei mais e mais e tirei nota 9. Foi até mais do que tirei na prova de japonês, que foi no mesmo dia. Bom, continuo estudando mandarim. Wo xuexi hanyu! Hanyu nan ma?? Humm...mama huhu...Bjs!!

domingo, outubro 21, 2012

Um museu cultural e um parque abandonado

Eu como jornalista, tinha obrigação moral e profissional de conhecer o Museu da Língua Portuguesa, então fui lá conhecer. Primeira boa noticia, a entrada é gratuita aos sábados. Além disso, é um programa realmente interessante.

Aprendi por exemplo que a palavra "clone" vem da palavra grega klon, que significa broto. E tinha muito mais coisas nos vídeos que ficam passando no segundo andar. Entretanto, senti falta de mais atracões, porque o primeiro andar estava fechado. 

No terceiro andar tinha um video de 30 minutos falando sobre a origem do idioma. Olha, por mais que eu goste, 30 minutos é tempo demais da conta.... E por exemplo, a parte sobre imigração japonesa, que afinal de contas é o meu forte, estava praticamente vazia, era uma tela no monitor. Yakisoba, gueixa, samurai. Serio que só palavras assim foram incorporadas ao nosso idioma? E da imigração chinesa, nem se fala...isso literalmente, porque era menos de 1 tela de texto! hahahaha....

Depois fui "passear", se é que se pode dizer isso, no Parque da luz. Caramba, que parque mais feio, #meudeusdoceu! Esta opção de passeio surgiu porque estava escrito no meu horoscopo (*) que eu devia passear em um parque naquele dia, mas preferia nao ter ido naquele hahahahaha...está tudo muito mal cuidado, detonado, abandonado. Para ter ideia, as pessoas estavam literalmente "pulando" no lago, que está só com um fio de água, e milagrosamente, com carpas vivas.

Poxa vida, as carpas são símbolo da cultura japonesa, são jóias vivas e não merecem serem acossadas por freqüentadores de parques mal encarados e estranhos. O cara ficou lá no filetinho de água assustando as carpas, junto com os amigos dele. E as carpas ja nao tinham para onde ir porque nao tinha agua naquela porcaria de "lago". Como pode uma coisa dessas? Falta de civilidade e humanidade! Deviam retirar os peixes de lá, se nao conseguem garantir a segurança dos bichinhos. Peixe também tem instinto, também sente estresse. Mesmo que nao fossem carpas, que fossem tilápias, sardinhas ou peixinho de aquario, nao deixa de ser uma grande maldade com os animais! Bjs.

(*) PS - infelizmente, que fique registrado que eu sou uma pessoa que lê o horoscopo todos os dias. É um costume bobo, eu sei! hahahaha...

sábado, outubro 20, 2012

Passeio no Bom Retiro

Pão de café com recheio de requeijão: doce e salgado!
Eu fiz um programa super diferente e gostoso. Fui no Bom Retiro pra olhar as lojinhas coreanas da rua Prates e provei rocambole de pêssego na Bellapan. Foi muito engraçado, porque eu pedi suco e comi o meu bolinho e pedi pão de café com recheio de requeijão pra viagem...

Então fui pagar a conta e fiquei rindo muito com as meninas da loja, porque tinha uma barata ENORME quase pulando na cabeça do coreano que estava sentado numa mesinha no fundo do café. E a duvida era: "quem tem coragem de ir lá falar pro cara??" (e lógico, matar a barata) hahahahahah....só tinha mulher na loja naquela hora! E lógico, mulheres em qualquer lugar do mundo tem nojo de barata!!

Doce do Crayon Shinchan, parecia churros!
Dai eu ponderei que na Coreia também tem baratas hahahahaha, então que o cara poderia muito bem se virar sozinho!! De qualquer maneira, não se assuste, a loja é super limpinha e arrumada, mas todo lugar esta sujeito a esses imprevistos né? 

Nesse mesmo dia, comprei um docinho do Crayon Shinchan. Admito que comprei sem saber se era doce ou salgado!! E a compra foi motivada porque uma menininha pegou o pacote e falou que era uma delicia hahahahaha...e era mesmo!! #comoehbomsercriança. 

Também comprei umas conservas kimuchi SUPER apimentadas e baratinhas numa loja que tinha pimenta secando no chão, pra vc ter ideia do nível ardidíssimo do lugar. Enfim, passeei bastante e para a felicidade do meu cartao de credito, nao comprei roupas (#miracle)! Bjs.

sexta-feira, outubro 19, 2012

O homem mais lindo do mundo!

Na minha humilde e modesta opiniao é o Sung Kang do Velozes e Furiosos (hahahaha!!). Perdi a conta do numero de vezes que assisti esses filmes bobos só pra ver o Han (pena que morreu em Tokyo rsrsrsrsrs). E olha que eu nem gosto de carros ou velocidade!! Muito menos da careca do Vin Diesel!! ^.^


Eu sei, eu sei que ele só tem esse papel, que ele nao é um ator conhecido, que não será conhecido fora do universo "FF" (Fast &¨Furious), etc, etc, etc. Mas "gosto é gosto" e eu acho ele maravilhoso!! rsrsrsrs...só por isso eu assisto esses filmes com roteiro sem pé nem cabeça (ou seria melhor dizer, sem roteiro??), acompanho noticias e curto o facebook dele...

Puxa, reparei tambem que ele é uma pessoa muito bem humorada (alem de lindo), como vc pode conferir nos videos dele (#falaserio Erika!!). Bom, o blog a principio nao é para divulgar minhas preferencias estéticas em relação ao universo masculino. Mas é para falar dos assuntos que eu quero falar, e hoje, queria falar do #lindo Sung Kang. Prometo que abordarei assuntos mais interessantes e construtivos no futuro!! E se alguem tiver o contato dele, me passe please!! hahahaha...Bjs.

quinta-feira, outubro 18, 2012

Colors - musica oficial da Hello Kitty!

Eu acho que assistir a NHK é uma ótima fonte para descobrir musicas legais, e sempre que posso acompanho minha batian quando está passando o Nodojiman, que é tipo um concurso de karaoke nas cidades, que começou em 1946.

Uma dupla cantou essa musica linda do Tohoshinki, "Colors - Melody and Harmony", e fiquei apaixonada pela letra (confira no link), que é muito bonita e fala de como existem pessoas no mundo que estão sofrendo nesse momento, e como podemos ajuda-las com amor e harmonia.

Tem esse trecho que acho particularmente muito legal:
"dare ka no tame nibokura wa koko dechiisana koto shika dekinai keredoichi byou dake demo sekai juu no namida tometeegao ni natte kureru no nara

A tradução seria mais ou menos assim: "Nós estamos aqui e só podemos fazer coisas pequenas pelos outros. Porem queremos pelo menos por 1 segundo, parar as lagrimas de todo o mundo e transformá-las em sorrisos". Se eu pudesse escolher um superpoder, seria esse!!! Depois ainda fui descobrir que essa foi a musica oficial da comemoração dos 35 anos da Hello Kitty, ou seja, estou totalmente in love!! Bjs.


terça-feira, outubro 16, 2012

Crescendo e evoluindo!

Se quiser ter prosperidade por um ano, cultive grãos. Por dez cultive árvores. Mas para ter sucesso por 100 anos cultive gente. (Confucio)

Nesses ultimos meses, muita coisa mudou na minha vida, sempre para melhor (#comcerteza). Abrimos um escritorio (sonho realizado), conquistei novos clientes, estou trabalhando com pessoas LINDAS e talentosas, tenho muitos projetos, sonhos e estou ajudando muitas pessoas (na verdade, segundo a P nao deveria ajudar outras pessoas, primeiro preciso concentrar em ME ajudar para depois ajudar aos outros, mas voces não vão contar nada pra P e ela nao lê meu blog, entao nao tem problema haha).

Eu sonhei que estava dando entrevista para a Globo sobre um projeto meu de grande sucesso (detalhe, nao sei qual deles, e tenho muitos projetos rsrsrsrsrsr). Bem, na verdade, eu tenho sonhos premonitorios de vez em qdo, entao acredito que a minha proxima visita na Globo nao será para levar meus clientes de assessoria de imprensa, mas para divulgar meus projetos. #boasenergias. So let´s pray and work a lot!!

No meu trabalho de reflexão pessoal, que alias recomendo para todas as pessoas, eu descobri que tenho muitas crenças limitadoras na minha cabeça. E para tirar essas crenças limitantes, primeiro você precisa descobri-las, e depois, confrontá-las, questioná-las e reinterpretá-las. Por exemplo: por que eu nao crescia profissionalmente? A resposta é simples: porque eu nao me achava merecedora do sucesso, do dinheiro, da prosperidade e do reconhecimento.

Mas voce me pergunta, "Erika, como voce, que parece uma pessoa tao segura de si, tão positiva, não se acha merecedora de sucesso??". Eu respondo simplesmente: por muitos anos da minha vida, alíás por toda minha vida, eu duvidei de mim mesma. Eu era minha pior crítica, não precisava de ninguem pra me derrubar ou me colocar pra baixo, porque eu mesma desconfiava de mim, me autosabotando. Ao invés de ser minha melhor amiga, eu era minha pior inimiga. Agora estou me curando e crescendo naturalmente, evoluindo. Convido todos vocês a repensarem essa nossa vida maluca. Porque aceitamos tão facilmente as criticas dos outros? Porque a gente se critica tanto? A critica nunca é boa pra ninguem!  Bjs.

segunda-feira, outubro 15, 2012

Super Erika!

Essa semana eu consegui um feito impressionante, até mesmo para mim! Ao meio-dia, eu só tinha o texto de um panfleto (em ingles), que precisava estar pronto para distribuição em um evento no fim da noite. Nao tinha foto, nem arte, nem nada. Zero!!

Daí traduzi o texto e pedi ajuda pra uma pessoa que nem me conhece tanto, e ele me ajudou e fez a arte (nem era meu amigo no facebook rsrsrs!). O panfleto ficou lindo e maravilhoso! E ele encaminhou meu caso pra outro amigo dele, que tem grafica e conseguiu imprimir 10 mil panfletos em 1 hora e meia!!

Eu peguei um carro e fui buscar os panfletos na grafica, e pedi ajuda e consegui 3 pessoas pra panfletar. Recorde mundial de eficiencia!! Eram tantos passos, tantas providencias a tomar, tantas coisas que poderiam ter dado errado, e no fim tudo transcorreu bem, porque eu realmente sou uma profissional muito competente.

Mais do que isso, eu sei reunir as pessoas, eu sei formar times. E isso tudo é consequencia de todo ensinamento e treinamento que tive no seinen. Me chamaram até de mulher maravilha nesse dia rsrsrsrs! E eu realmente nao conheço outra pessoa que pudesse fazer o que eu fiz com tanta eficiencia e comprometimento.

Ultimamente tenho pensado o seguinte: eu sou uma profissional realmente competente (* tomei consciencia disso tardiamente hahahaha). Mas voce sabia que a competencia profissional depende primeiro das caracteristicas pessoais? Eu nao sabia (hahahaha) e fui descobrir há pouco tempo mais essa crença limitadora na minha cabeça.

Portanto, se eu sou uma pessoa competente no trabalho, é porque eu sou competente em outras areas da minha vida tambem. As habilidades se comunicam, ou seja, se voce é super eficiente no trabalho, é (ou pode ser) super eficiente nas outras areas tambem. Nao tem como eu ser competente no trabalho e incompetente no amor, na familia, na amizade. Eu sou competente em todas as areas, mas nao estava enxergando!! Procure refletir sobre isso na sua vida e me diga se tenho ou nao razao!! Bjs!!

domingo, outubro 14, 2012

Homens e mulheres invisiveis

UOL
Estava muito frio. A minha mente, ocupada com alguma besteira, mais um compromisso inutil que tinha marcado. Olhei pela janela, pq ia escolher minha roupa e queria ver como estava o tempo lá fora.

Reparei que tinha alguma coisa ou alguém se movimentando atrás de um carro, do outro lado da rua. Prestei atenção. Foi aí que eu a vi. Era é a velhinha dos cachorros, que eu vejo de vez em quando zanzando pelas ruas do bairro, sempre com os cachorrinhos dela. Já falei dela aqui no blog.

Ela se olhou no espelhinho da Pajero que estava estacionada. Estava com uma saia fina, uma blusa sem mangas, sem casaco, e devia estar sentindo muito, muito frio, porque nesse dia estava tão gelado que eu estava sentindo frio mesmo aqui na segurança e conforto da minha casa. Então ela pegou um copinho de plastico, colocou agua, tomou e deu agua para os cachorros no mesmo copo, depois escondeu o copo e a agua num arbusto. Daí ela sumiu uns instantes. Acho que ela foi para um cantinho fazer xixi. Dai voltou, fez carinho nos cachorrinhos e continuou andando.

Isso tudo durou pouco tempo. Eu fiquei observando ela por uns 5 minutos, até sumirem do meu campo de visão. Como estava olhando aqui de cima, eu pude ver que ninguem olhava na cara da velhinha. Que as pessoas desviavam dela, atravessavam a rua antes de passar por ela, ou ignoravam mesmo. Ela deve ter vindo para essa rua porque tinha um local onde os moradores de rua dormiam, um antigo hospital, que foi comprado e teve a fachada fechada por uns tapumes. Por isso, essas pessoas nao conseguem mais dormir nesse local.

Eu vi ela tentando entrar no hospital, mas o segurança nao deixou. Lá existe uma cobertura, onde deve ter menos vento, mas ele nao deixou ela ficar lá com os cachorrinhos. Ela foi descendo a rua, resignada. Nesse momento, eu, que me considero uma pessoa tão letrada, educada, solidaria, proativa e inteligente, me senti muito envergonhada. Chorei com a minha falta de força. Porque os R$ 10, R$ 20 que eu dou para ela quando a encontro na rua, nao servem nada para ajudá-la em momentos como esse.

Juro que a minha vontade era descer, levar um casaco e convidar a obassan pra tomar um chá quente na minha casa, mas eu admito que eu nao consegui fazer isso. O que o porteiro ia pensar? O que a minha batian ia pensar? O que a minha mãe ia pensar? Eu sei que parece babaquice mas as pessoas iam achar que eu estou louca.E pelos padrões da sociedade, pessoas "normais" nao fazem isso.

Eu tinha um tio que fazia isso, ele pegava meninos de rua, levava pra casa, dava banho, comida, brinquedo. E minha tia achava que ele era doido (e pensando bem, era mesmo...rsrsrs). É triste constatar mas ainda me preocupo com o que os outros pensam de mim. Esse é um ponto que devo me esforçar e ser mais forte.

Alguem precisa fazer alguma coisa por essa velhinha. Mas a grande questão é: "QUEM??". Na verdade, é comodo pra gente pensar que "ALGUEM" deve fazer algo, que o governo deve se responsabilizar, que a prefeitura deve ajudar. A culpa pela falta de ação está sempre recaindo em alguem. A velhinha deve ter varias desordens mentais, depois de tantos anos. Eu a encontro nas ruas desde que eu era estagiaria, e hj sou empresaria, ou seja, fazem muitos e muitos anos. O que fazer por alguem nessa situação?

Um dos meus primeiros trabalhos voluntarios foi levar sopa para moradores de rua. Aquilo foi importante para o meu crescimento. Eu era muito sonhadora e perguntei para uma lider de entidade: "oque podemos fazer para ajudar essas pessoas que estão na rua?". Ela me disse: "sempre que encontrar um morador de rua, tente rezar um Pai Nosso por ele, desejar que ele encontre seu caminho, tenha paz e saúde. Só isso já vai ajudar. Porque a maioria das pessoas os ignora, uma minoria os odeia. Tenha sentimentos positivos por eles, isso vai ajudar".

Procuro seguir desde então o ensinamento que recebi dessa mestra, e lá se vão muitos anos. Quanto ao ódio humano, confesso que é algo que não consigo compreender. Essas pessoas nao tem nada, estão à margem da sociedade, sofrem todos os dias calados, de forma aviltante. Porque existem pessoas tão malvadas, tão sem alma, que matam moradores de rua??

Por exemplo, aquele caso de Caxias do Sul, em que os cachorrinhos ficaram esperando pelo dono que morreu queimado por adolescentes?? Os cachorrinhos tiveram mais amor do que seres humanos!! Isso tudo é tão revoltante e triste que nao tenho palavras para descrever. Como diz o vereador Tripoli, "Quanto mais conheço os humanos, mais eu gosto dos animais". E seguimos nossa vida, vivendo sob aparente normalidade, num mundo cheio de pessoas invisiveis. Precisamos de mais amor no coração. Bjs.

sábado, outubro 13, 2012

E se a vida fosse diferente?

Estava querendo ir ao cinema e vi esse filme, "A Vida de Outra Mulher", com a Juliette Binoche (que eu adoro), numa sessão cult. Perfeito, entao fui assistir sozinha.

No filme, a Juliette é Marie, 40 anos, que acorda um dia e descobre que esqueceu os últimos 15 anos da vida dela. Ela se lembra do primeiro encontro que teve com o marido, está totalmente apaixonada por ele, mas a vida passou e muita coisa mudou nesse período.

Ela tenta se adaptar à nova realidade, mas a Marie tem então a chance de reconquistar o amor da vida dela (o Paul) e redefinir as escolhas que ela tinha feito para a vida. Porque a vida é feita de escolhas. Depois de 15 anos, ela está multibilionaria, mas infeliz no casamento e na vida.

Ela ama tanto o marido, é tão apaixonada por ele, e nao entende como eles podem ter ficado tão afastados. Afinal, de que adianta todo o dinheiro e todo o sucesso sem amor?? Enfim, é um filme super romantico e encantador, recomendo! Puxa, se eu pudesse esquecer alguns anos da minha vida, voltar atras uns 2 ou 3 anos, eu gostaria muito...mas infelizmente, nao é assim que a vida funciona. Temos que seguir em frente com bastante energia positiva e fé. Bjs.

sexta-feira, outubro 12, 2012

Continuando - sobre Internet

Esses dias eu falei sobre o perigo de colocar infos pessoais na Internet. Mas aconteceu uma coisa engraçada...

Eu estava num restaurante, de saco cheio depois de uma reuniao meio chata, indo pra outra reuniao mais chata, e comecei a mexer no meu aplicativo de face no celular, enquanto esperava meu pedido. E estava lá a opção de "marcar check in".

Gente, eu trabalho com comunicação e midias sociais, mas nunca tinha clicado no "check in" hahahah, entao como estava lá sem fazer nada, cliquei pra ver como funciona, pra testar mesmo. Vc acredita que nessa mesma hora minha amiga estava no face, a outra amiga aqui no blog, e quando cheguei as duas me deram bronca, depois que viram o que eu fiz?? rsrsrsrsrsrs!! COMO PODE eu dizer que não é pra colocar coisa pessoal na Internet e ficar aí colocando no Face os restaurantes que frequento?? hahaha!! Depois dessa "bronca dupla", é logico que apaguei os vestigios da minha timeline!!

Logicamente, eu sei que privacidade é importante, e por isso cuido da minha vida online e tento preservar o máximo possivel. E prometo solenemente para L e P que NAO vou mais usar a ferramenta de check in do Facebook. Bjs!

sábado, outubro 06, 2012

Casual day

Minha amiga estranhou a roupa que eu estava usando pq eu geralmente ando super social e dessa vez fui trabalhar de vestidinho justo. Espero nao ter chocado as pessoas, mas puxa, era casual day né! De vez em quando eu escolho usar umas roupinhas menos sociais, quando nao tenho reuniao marcada, quando tenho um dia menos cheio de compromissos na agenda. Social todo dia enjoa!





sexta-feira, outubro 05, 2012

Perigos da internet

Eu nao coloco no Facebook os lugares onde estou, os restaurantes que frequento, os(as) amigos(as) com quem estou...porque eu sei o quanto essas informações todas juntas podem ser preciosas pra quem pensa em fazer mal para outra pessoa (infelizmente, existem pessoas do mal nesse mundo e precisamos nos precaver).

Claro que alguem que seja suficientemente maluco e queira juntar pedacinhos da minha vida  pra construir um quebra-cabeça virtual da Erika, conseguirá facilmente, por causa do blog, por causa do meu trabalho que é do setor de comunicação, e por causa da vida que a gente leva em eventos e trabalhos voluntários. Mas eu nao facilito.

Hoje vi no Gigablog o video de um serviço de segurança de internet da Bélgica, que mostra que as informações que revelamos na web podem ser usadas contra nós mesmos. Existem tambem aplicativos com GPS que colocam mulheres em situação de perigo, porque juntam varias informações do facebook e redes sociais para facilitar a vida de stalkers e pessoas mal intencionadas. Daí o cara sabe um monte de coisas da sua vida e vem puxar conversa sem revelar que pesquisou sobre você. Ou seja, todo cuidado é pouco. Cuide-se! http://safeinternetbanking.be/