quinta-feira, novembro 22, 2007

Diversos preparativos

Ontem almocei no America com a H. e a H. Muito bom, comida deliciosa, sobremesa foi baby frozen yogurt. Muito bom e foi uma reunião produtiva. Acho que almoços com reunião são uma combinação maravilhosa! Fora isso não parei um minuto: mesmo dirigindo parecia que o telefone não parava, é um monte de jornalista, um mais maluco do que o outro...

E meu namorado me deu uma ótima noticia, acho que foi um dia bem bom...essa semana estou meio de saco cheio com os velhos bbbs que temos que ter paciência para levar numa boa o trabalho – voluntário.

Amanhã, vou na Rua Vautier, lá no Canindé, para ajudar com umas compras de Natal (presentes para bingo), vou aproveitar pra comprar umas coisas pra doar para a festa de natal das crianças com distrofia muscular...

Hoje estou atendendo pessoal de Berlim, Washington e Paris, olha que chique? Tambem tenho 3 reunioes mais pro fim da tarde, e agora vou trabalhar direto num projeto que está atrasado. Vida corrida mas maravilhosa!! Bjs.

quarta-feira, novembro 21, 2007

Noticias de um feriado...

Feriado! Ontem acordei tarde, levei Sasha pra passear, tomei café da manhã caprichado, assisti SPTV e aproveitei pra descansar e ajudar algumas pessoas via email. Ai meu deus, parece que não tomo jeito mesmo. Mas tudo bem!

Eu já contei qual é a minha lojinha favorita na Liberdade? Não, não é uma Marukai da vida, nem Casas Bueno. A minha lojinha do coração nao é nada tecnológica, na verdade é meio bagunçada, toca musica japonesa e tem o doce mais maravilhoso do mundo! É a loja Kanazawa, na Galvão Bueno, bem pertinho do Bunkyo (minha segunda casa).

Simplesmente amo o sakura moti da loja Kanazawa. Eu compro um docinho, tomo meu chazinho (que é oferecido pela obassan do balcão pra acompanhar o docinho) e sento lá no fundo da loja, comendo docinho, escutando musica e vendo os odissans e obassans entrando e saindo com seus pacotinhos de wagashi. Uma delicia!

E é na Kanazawa que eu me abasteço com meu chá preferido: o bancha da Yamamotoyama. Eu ando com a mania de carregar uma garrafinha cheia de chá gelado pra cima e pra baixo, tomo toda hora. Quer saber o motivo?

O chá verde é uma bebida otima para consumo diario, rico em antioxidantes, que auxiliam, por exemplo, no combate ao câncer e ao envelhecimento. Também é rico em tanino, que diminui a taxa de colesterol ruim, e fortalece as arterias e veias.

Possui manganês, potássio, ácido fólico, vitamina C, vitamina K, vitamina B1 e a vitamina B2. O chá verde tambem ajuda na digestao, é tonificante e diuretico, e praticamente nao contem cafeina! E principalmente, é uma delicia, muito refrescante!

Outra mania que eu tenho cultivado, fora o consumo de chá, é uma obsessao por reciclagem. Meu quarto tem um cantinho onde coloco todos os materiais reciclaveis que eu consumo. É que minhas tias que ficam aqui sao meio maniacas entao nao permitiriam minha mania, entao eu deixo tudo escondido.

Tudo mesmo. Papel, lata, garrafa, pet, plastico, embalagem de todos os tipos, vidro, etc...tem epoca que eu fico com medo de juntar baratinhas, entao sei que está na hora de levar o material para reciclagem. Saiba mais sobre reciclagem no www.pintoulimpeza.com.br. Bjs.

PS: Você por acaso sabe o tempo de degradação dos materiais encontrados no lixo urbano?

Material - Tempo de Degradação
Aço = Mais de 100 anos
Alumínio = 200 a 500 anos
Cerâmica = Indeterminado
Chicletes = 5 anos
Cordas de nylon = 30 anos
Embalagens Longa Vida = Até 100 anos (alumínio)
Embalagens PET = Mais de 100 anos
Esponjas = Indeterminado
Filtros de cigarros = 5 anos
Isopor = Indeterminado
Louças = Indeterminado
Luvas de borracha = Indeterminado
Metais (componentes de equipamentos) = Cerca de 450 anos
Papel e papelão = Cerca de 6 meses
Plásticos (embalagens, equipamentos) = Até 450 anos
Pneus = Indeterminado
Sacos e sacolas plásticas = Mais de 100 anos
Vidros = indeterminado

terça-feira, novembro 20, 2007

Impressões da realidade

Hoje parei de trabalhar no escritório mais cedo, porque precisei ajudar uma pessoa que fez cirurgia e não pode ficar zanzando por aí. E lá fui eu. Fiquei na casa do meu namorado, trabalhando via Internet...e teve uma hora que estava assistindo TV e escutei uma pessoa ameaçando outra na rua.

Jornalista = curiosa, então fui olhar o que era, e vi que o segurança da loja que fica do lado da casa do meu namorado tinha empurrado uma catadora de lixo e ela caiu no chão. E daí a moça começou a xingar. E eu acho que ela tinha razão. Não existe um motivo plausível para o segurança tratar uma pessoa assim. Somos todos seres humanos, somos todos irmãos. Será que as pessoas simplesmente não tem consciência dessa realidade?

De noite, eu e meu namorado preparamos um okonomiyaki – a panqueca japonesa, que tem uma massinha temperada com hondashi, na qual a gente coloca repolho, bacon, kanikama, cebolinha e queijo picadinhos. Depois é só temperar com maionese, furikake, molho tonkatsu e katsuo bushi. Hummmmm é uma delicia!! De vez em quando eu tambem acerto na cozinha!!

Ah, e esqueci de falar de uma experiência que tive na sexta-feira, dia 16. Acordei as 8h00 da manhã de uma sexta feriadão, para ir com o sr. M no Anhembi, acompanhar 2 executivos da NHK. E o C. tambem estava lá, coitadinho. Chegou antes que a gente! Fizemos o tour habitual pelo Auditório Grande, e pelas salas, e pelo Elis Regina, e depois fomos no hotel, e depois no Sambódromo.

O diferente é que pela primeira vez eu subi nas arquibancadas! E subimos até a ultima fileira da ultima arquibancada do Sambódromo. Uma paisagem maravilhosa de SP. SUPER ALTO!! E SUPER FRIO!! Meu Deus, como é frio lá em cima. O vento bate tão forte que a sua roupa fica meio amassada de vento. É um frio de gelar a alma...por isso, espero que a festa do Centenário nos dias 21 e 22 de junho de 2008 tenha um pouquinho de sol, e não esse tempinho chuvoso que estamos tendo agora.

Ah, pra você ver como não é fácil, também não pode ter muito sol, senão os velhinhos vão ficar com a careca toda queimada, porque as arquibancadas são de concreto e não tem nenhuma proteção - são brancas, todas brancas. No sol de rachar, aquilo deve ficar insuportável. Em resumo, precisamos de um dia morninho, nem pra lá nem pra cá. São Pedro, marca na agenda, viu? 21 e 22 de junho do ano que vem. Solzinho morno e brisa suave. Onegaishimasu! Bjs.

segunda-feira, novembro 19, 2007

Super temaki!!

Ontem foi um dia muito gostoso, porque meu namorado fez temaki - ele é sushiman - hihihi...entao acabei exagerando e comi 4 temakis (credo!). Mas estava muito bom, por isso eu comi tanto assim...e nesse final de semana de feriado, nao viajamos nem saimos. Ficamos na casa dele, para ajudar. É engraçado, porque eu perguntei pra ele: vamos ajudar mesmo? E ele respondeu, "é claro, a gente sempre ajuda"! Pior que é verdade...

Li uma frase legal num livro meio bobo>> existem pessoas que fazem mais o bem em um dia do que outras pessoas em 100 anos. Pior que é verdade. Se todos realmente se juntassem para fazer o bem, nosso mundo nao seria assim, nosso Brasil nao seria assim. Será possivel mudar o mundo? E tb acho que ajudar os outros acaba modificando seu cerebro por PNL. Porque eu geralmente penso antes em ajudar os outros, e depois em mim. Se alguem pede ajuda, eu nao raciocino mais. Oh my God, isso tb nao é bom...=P

Nesse final de semana, por exemplo, tem o Mega Evento Beneficente, que vamos ajudar na parte do bingo. O evento arrecada recursos para o Kibo, Kodomo, Yasuragui e Ikoi. Vamos passar a noite toda trabalhando que nem maluquinhos. Mas vale a pena, porque estamos fazendo o bem para quem precisa. O convite custa somente R$ 30 e pode ser comprado na porta do evento. Eu tb estou vendendo, já que sou diretora do Ikoi-no-Sono. Vamos lá!! Bjs.

segunda-feira, novembro 12, 2007

Bondade em balde é devolvida em barril

Esses dias tenho feito passeios muito interessantes e inéditos! Quinta-feira eu fui visitar o local onde será instalado o Museu Manabu Mabe. Era uma antiga escola que foi incendiada em 1992 e estava tomada por sem-teto. Entrando no edifício, quase todo destruído, você se surpreende ao ver que existem arvores vivas em locais inóspitos, como numa beiradinha do andar de cima do prédio, com um pedacinho de terra ínfimo. È um local que respira vida, e que será muito mais bonito, quando ficar pronto!

Na sexta, fui pela primeira vez num templo maçônico, para o lançamento de um livro de ética budista. Foi muito incrível! È um prédio super bonito e imponente. O coquetel beeeeem modestinho...mas a arquitetura compensou. E são tantas salas, tantas entradas e saídas, que você se perde lá dentro, é muito legal.

No sábado, fui no lançamento da exposição da Yoko Ono, no Centro Cultural Banco do Brasil (www.bb.com.br/cultura). A exposicao fica aberta até 03 de fevereiro com entrada gratuita, e está lindíssima, maravilhosa!

É uma arte diferente, instigante, que te convida a participar, a querer tomar parte do processo, a interagir com as pessoas. Até eu fiz arte, pintando no quadro! Eu escrevi para a Yoko: love – thank you! Pena que só vi a cabecinha dela...sniff...e o sr. M conseguiu até autografo da moça!! hihihi....

Na sala dedicada às emoções da água, tem um baldinho com o ditado chinês: “Bondade em balde é devolvida em barril”. Muito bacana, você não acha? Acho que eu e você merecemos muitos barris de bondade! Pelo menos, eu faço a minha parte! E as pessoas podem pintar as paredes, sentir as texturas das obras, martelar um quadro, andar num labirinto de acrílico, etc, etc, etc. maravilhoso!!

Existem muitas instruções coladas nas paredes, e algumas parecem com pensamentos budistas. Yoko sugere em Cleaning Piece III: “Tente não dizer nada negativo sobre ninguém. a) por três dias b) por quarenta e cinco dias c) por três meses. Veja o que acontece com sua vida”. Tenho certeza que isso muda a vida de qualquer um!! Hoje eu quase consegui não ter nenhum pensamento negativo. Só xinguei um velhinho bobo (bobeira minha) e um moço que quase se deixou atropelar na minha frente (mas o xingo foi por causa do susto). Amanha tento de novo. Bjs.