quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Recado rapido

Hoje eu pulei da cama as 7 horas, cheguei no trabalho antes das 8, e ja ganhei o dia! Uma das meninas que eu indiquei o curriculo pro sr. F. está sendo entrevistada neste exato momento e pd ser contratada.

Eu passei na frente dela, mas ela nao me conhece, nem eu conheço ela. Total strangers. Ela nao sabe que fui eu quem a indicou. Mas saber que o meu gesto tao pequenininho e tao esdruxulo pode ajuda-la a conseguir um emprego me deixa muito feliz e satisfeita comigo mesma. É isso. Ajudar faz bem! AJUDE VOCE TAMBEM! Bjs e um otimo dia pre-Carnaval!

terça-feira, fevereiro 17, 2009

Padrões e rotinas mentais

Ontem estava assistindo ao programa Pergunte ao Headhunter, na TV ideal (http://www.idealtv.com.br/), e simplesmente me embasbaquei com um pensamento, um insight tao fenomenal, que eu nao acredito que nao passou antes pela minha cabecinha pensante.

O tema era media training (relacionamento com a imprensa), e as convidadas deram um show de bola. Maravilhoso. Daí eu pensei: "puxa, eu tenho o melhor texto, eu tenho o melhor feeling, eu tenho uma pá de conhecimento - que eu nem precisava ter. Eu me contrataria com certeza pra qq serviço relacionado ao universo jornalistico. Mas eu nao sou a melhor especialista em media training que eu conheço - e reconheço isso".

Porque esse insight foi importante? Pra mostrar como a rotina mental pode ser uma armadilha para o seu sucesso. Porque na minha cabeça, estava buscando me formar em ingles (proficiencia), estudar japones, estava pensando até em estudar alemao ou frances. E tinha simplesmente me esquecido que tipo, minha carreira é de jornalista, nao professora de ingles!! Sabe quando seu pensamento está meio embotado pelo cotidiano?? Hello???

Resultado: ja mudei minha rotina mental, e agora vou me dedicar mais ao estudo do media training. Outra coisa que eu preciso melhorar na minha carreira (e até como habilidade especifica), é minha capacitacao para vendas. Tenho q planejar melhor minha carreira. Ou seja, meus planos de dominar varios idiomas estao em suspenso por enquanto...mas acho que nao dá mais pra fugir do nihongo. hahahahaha. Essa lingua me persegue!!! Desde os tempos que eu fugia do nihongako quando era criança! =)

Uma coisa interessante é q todos, sem excecao, bolamos esquemas mentais e rotinas para organizar e viver o cotidiano. A diferença é o quanto voce se apega a sua rotina. Por exemplo, eu decidi que nao ia mais assistir TV de bobeira. Entao quando é besteira, eu simplesmente desligo a TV, porque nao é mais algo que eu quero na minha rotina, entao procuro algo melhor pra fazer. Eu tenho muito autocontrole nesse ponto.

Convivo diariamente com a N, que tem sindrome de Down. E ela é profundamente arraigada na rotina meticulosa que ela criou, o padrao que ela montou ao longo dos anos para manter a logica de um cotidiano constante e repetitivo. Ela é meio neurotica com horario, por exemplo. Relogio é um acompanhante fundamental, entao quando acaba a bateria, ela fala nisso umas 20 vezes até alguem se encher e trocar pra ela.

A N. tambem conta os minutos para cada tarefa do dia a dia, e mantem uma rotina de tarefas e horarios. E outra coisa que ela gosta muito é a tabela de aniversarios. Por ex, se o seu aniversario é daqui a 1 mes, ela vai falar no seu aniversario todos os dias, daqui até o dia da comemoracao em si. Vai falar da festa, e do local da festa, e do presente. E ela lembra o aniversario de todo mundo, é impressionante.

Acho isso até mais impressionante do que a minha capacidade de ser uma agenda telefonica ambulante, pq ela tem uma necessidade especial, e ao mesmo tempo, mantem essa habilidade especial e carinhosa. Em resumo, é uma pessoa sem nenhuma maldade - ela tem algumas maniazinhas sim, mas quem nao as tem?? Eu acho bacana conviver com uma pessoa que nao tem nem noção do que é maldade, ainda mais num mundo que as vezes é tao feio e escuro. Pessoas assim trazem doçura e luz ao mundo. Ah a foto acima é do Open House da unidade Pinheiros. Confira no meu flickr (clique no link ao lado). Bjs.

segunda-feira, fevereiro 16, 2009

Quem gosta de café?

Instalaram uma maquina de café aqui do lado da minha sala. De gratis! Eu nao gosto de café mas nao posso falar que nao gosto sem provar né? Entao peguei 1 café na maquininha (é super facil, só apertar CAFÉ!), taquei bastante acucar, e resultado: o copinho de café está aqui na minha mesa há mais ou menos 1 hora - hehehehehehe - porque realmente é muito ruim, nao entendo a adoracao que algumas pessoas tem pelo café! Podiam colocar chá e capucino na maquininha...hehehehehe...Acho que vou tomar meu cafézinho de um gole só, porque é motainai jogar fora...urgh, tomei. Ieca. =)

E estou novamente de oculos, acredita? Minha medica me deu alta, entao pra comemorar, usei lentes de contato na 6a feira. dai fui trabalhar e de noite, meu namo me levou ao shopping - comi temaki de shimeji e de california no Gendai e tomei sorvete na Ofner! até ai tudo bem, super felicidade, toda supimpa, mas quando voltei pra casa, surpresa: meu olhinho estava todo inflamado e machucado de novo!! vermelhao!! CREDO!! cade meus remedios?? socorro!!

Estou ficando até com medo de usar minhas lentes queridas..sniff sniff..entao passei o fim-de-semana sem lente, e hoje tambem. Snifff. Mas nesse turbilhao oftalmologico, pelo menos a minha visao voltou ao normal!! Mesmo de oculos, eu estou enxergando BEM melhor do que no inicio do ano.

Tanto que no sabado fui trabalhar na unidade Pinheiros, e tirei varias fotos, umas 200 fotos, e tudo isso de oculos, coisa que nao conseguia fazer quando estava muito muito mal. E o evento em Pinheiros foi super bacana, com lotacao esgotada e um publico super bom. Aproveitei pra fazer uma entrevista sobre Wrapping, e combinar uma entrevista sobre Ceramica. Ou seja, no sabado depois do carnaval vou trabalhar de novo. Sabe que estou tao acostumada a trabalhar de fim-de-semana, que nem ligo??? Eu gosto!!!

Sabe que eu adoro muito essa parte do meu trabalho na Aliança, porque eu posso exercer meu lado de jornalista LIVRE, ou seja, escrever sobre as pautas que eu acho interessante, ir atras das materias, fazer reportagem mesmo, nao ter que cumprir uma pauta pre-estabelecida. Alem de assessoria de imprensa, eu posso ser uma reporter mesmo para a ACBJ, e isso me deixa super hiper feliz, porque eu sou fissurada em fazer materias!! Agora, estou escrevendo 1 pauta sobre a tradicao dos undokais, e outra sobre um panorama do ensino da lingua japonesa no mundo. Depois publico na minha agencia de notinhas - notinhas.blogspot.com. Bjs.

sexta-feira, fevereiro 13, 2009

YES man!

Ontem sai do trabalho e fui assistir Sim Senhor no cinemark. Sim senhor, eu mereço ir no cinema de vez em quando, porque trabalho bastante, e vou sozinha mesmo que é mais facil e rapido. O filme é muito engraçado, e fala de umas coisas que eu concordo 100%, até porque eu sempre procuro manter minha AMP (atitude mental positiva).

Por exemplo, saber que que voce tem que estar aberto para as coisas, pensar sempre positivo, e deixar o destino fazer parte da sua vida. Porque existem sinais por aí de que o destino existe, que Deus existe, mas a maioria das pessoas simplesmente NAO QUER enxergar isso, e vivem acomodadas, apáticas, mornas, vivas e mortas ao mesmo tempo, meio zumbi sexta-feira 13.

O Jim Carrey faz varias loucuras no filme, porque ele acha que tem que falar SIM pra tudo, entao ele arruma uma esposa persa, salta de bungee jump, aprende coreano, aprender a tocar guitarra. E ao longo do roteiro, as situacoes vao se encaixando. E geralmente é assim mesmo, voce sempre vai utilizar qualquer experiencia que tiver ao longo da vida. E ele fala num trecho -
hey people, you´re missin a little something called LIFE...

E é isso mesmo, pq muita gente acorda no piloto automatico e vive assim todos os dias. Eu nao entendo, porque cada dia que nós acordamos pode ser o ultimo, entao porque não fazer as coisas que voce quer e pode fazer?? Hoje, por exemplo, recebi a noticia que um velhinho muito legal, e diretor do Ikoi, o Asakawa-san, faleceu no hospital. Ele era muito bonzinho, e tinha uns 70 anos, nao era (tao) velhinho. Com certeza, esse nao era o plano dele para o dia de hoje, uma sexta-feira 13, aliás.

Por isso eu nao sou assim, cada dia que eu vivo estou fazendo coisas legais para os outros e para mim. LOGICO, life is not a fairy tale, entao tenho que engolir sapos, fazer coisas, trabalhar, (nem sempre trabalhar com as coisas que eu gosto), mas de uma maneira geral, me encontrei no trabalho, na sociedade, na vida em si, aos poucos encontrei meu papel como protagonista de uma vida, que é a simplesmente a minha.

Nao faço as coisas esperando recompensa, nao me preocupo com o que os outros pensam, e simplesmente, vou vivendo de acordo com a minha cabeça, tenho paz de espirito. Isso é ser zen? Acho que sim. Mais do que ser zen ou nao, isso é aproveitar a vida que nós temos. Todos nós somos igualmente ricos todos os dias, porque cada um de nós recebe uma porção igual, de 24 horas por dia. O que cada pessoa faz com essas 24 horas é que vira a diferença entre ser rico ou pobre, feliz ou infeliz, amado ou desalmado, etc. Pense nisso. Bjs.

terça-feira, fevereiro 10, 2009

Consideracoes diversas a respeito do cotidiano...

Sabe aquela coisa de tratar os outros como voce gostaria de ser tratado? Pois é, estou procurando uma pessoa pra me ajudar no escritorio, e recebi mais de 15 curriculos, todos muito bons, mas logico, (ainda) nao dá pra contratar tanta gente. Entao eu pensei na epoca em que eu procurava emprego por aí no dificil mercado de jornalistas (sei lá se sinto saudade ou alivio ao pensar nessa epoca - hehehehehe).

Mas uma coisa que me deixava muito chateada naquele tempo é que voce envia seu curriculo e nao tem nenhuma resposta. É tipo mandar um email pra Deus. Entao a primeira coisa que eu faço hoje, quando recebo um curriculo é enviar uma resposta agradecendo.

E outra coisa que eu pensei, é que eu conheço um monte de gente, e posso tentar ajudar esssas pessoas a conseguirem uma colocacao no mercado. Entao estou mandando o curriculo delas pra outras pessoas bacanas, e vamos ver se elas conseguem um emprego, que nao está facil ultimamente....e assim a roda gira.

Hoje levei uma BRONCA da minha medica. Ela disse que eu preciso tirar FERIAS, e que se eu nao tirar ferias dessa vez, de verdade, ela vai escrever na receita medica que eu preciso ficar uns dias longe do trabalho. Eu acalmei minha medica, porque afinal de contas, vou descansar no carnaval (assim espero).

E assim, mais e mais exames preciso agendar. Minha caravana medica, meu ER anual, ainda nao acabou. Até porque estou quebrada no pós-centenario. Colesterol alto, infeccao ocular e alergia, só pra começar. E hoje de manha, estava indo pro metrô e a Cris me reconheceu mesmo de oculos!! Ela é um amor!! O Y. tambem me reconheceu, mas com algum esforço.

E alias, falando em oculos, tenho oftalmo na quinta-feira. Nunca passei tanto tempo na minha vida de oculos, torço pra que a minha medica libere minhas lentes de contato, porque nao aguento mais!!

Ontem aconteceu uma coisa muito estranha. Estava na fila do caixa eletronico, onde via de regra, ninguem conversa nem olha para outra pessoa (até porque as pessoas ficam encucadas com a senha, o saldo que aparece na tela, hehehehehe). Daí um japa me perguntou sobre a minha sacola ecologica, que é da Tozan. Em nihongo.

Daí sabe como eu sou, é meio automatico, e comecei a conversar em nihongo com ele, e papo vem, papo vai, deixei meu cartao, e ele falou que a esposa dele tambem é jornalista, e tambem assessora de imprensa. Daí eu pensei - quem será??? hahahahahahaha, porque nosso mundinho de assessoras de imprensa da comunidade nikkei é muito pequeno. E descobri q ele é marido da M que trabalhou no Centenario com a gente!!! hahahahahahahahah!!! QUE COINCIDENCIA!!! Por isso, pessoal, precisamos tomar muito cuidado com tudo o que fazemos por aí, pq esse mundo é realmente muito pequeno. Bjs.

segunda-feira, fevereiro 09, 2009

Apatia mental - CREDO!!!

Ultimamente tenho convivido(forçadamente) com alguns individuos, q pelo amor de deus. Só porque eu sou obrigada mesmo, porque tenho que rezar antes de entrar pra ter paciencia e aturar o dia todo. Sabe esse tipo de pessoa que te irrita só de ficar perto? Que minha aura fica mais cinzinha só de ter que conviver?

Nao que sejam pessoas ruins. Eu tenho até pena delas, porque sao pessoas preguiçosas, e eu ODEIO preguiça. Nao aquela preguicinha legal, de dormir um pouco mais no sabado de manha, de ficar assistindo filme babao na TV. Esse tipo de preguiça é legal, eu gosto e incentivo. O que me dá raiva é de pessoas que tem PREGUIÇA MENTAL. Apatia mental é o mal do século, é o mal da humanidade!!!!!

Nao sei nem como agir perto dessas pessoas que abusam da minha pouca inteligencia. Sabe, caros e caras, passar o dia todo sem usar o cerebro faz mal ao cerebro, ao corpo e à alma! Dá vontade de dizer isso bem na cara da pessoa: ficar o dia todo sem fazer nada de util é desperdiçar o seu tempo, e mais importante, a sua VIDA. Cada segundo que passa NAO VOLTA MAIS, entao CARPE DIEM, essa é a minha filosofia. Vai fazer alguma coisa de util na vida!!

Ai, porque eu nao posso falar essas verdades de vez em quando?? Bom, por inumeros motivos. Porque é feio, porque é anti-social, porque cada um precisa cuidar de sua propria vida, entre outras inumeras razoes. Tem vezes que eu fico revoltada com coisas que nao devo, porque na verdade, nada posso fazer né? Entao SHOGANAI, nao tem o que fazer.

Estou ajudando algumas pessoas a encontrar emprego, já que nao posso dar emprego para muitos (ainda). E tb assistindo bastante o IdealTV, http://www.idealtv.com.br/, um projeto da Editora Abril que realmente faz a gente ter orgulho de ser brasileiro e empreendedor. Bjs. Quanto a mim, vou procurar ficar mais calma e deixar as pessoas viverem como avestruzes - enfiando a cabeça no buraco - se quiserem. Juro. + Bjs.

Do sagrado
Postado por Paulo Coelho em 09 de Fevereiro de 2009 às 00:16
Tudo que fazemos é sagrado. A arte é uma das muitas maneiras de permitir que esta benção chegue a todo mundo, e interfira na vida de muitas pessoas. Cabe ao artista a responsabilidade de entender a mensagem da qual é instrumento - e procurar, sempre que possível - dividi-la com os outros.
Todos nós somos artistas. Não importa se pintamos, escrevemos num jornal, dirigimos um ônibus, trabalhamos num banco, servimos a mesa, cuidamos dos filhos. Em nossa vida, e em nossas atitudes, a mensagem de Deus - está presente. Mesmo sem entender direito qual é esta mensagem, cabe a nós dar um sentido sagrado a tudo que fazemos.
Seremos capazes de melhorar nossa própria vida - e conseqüentemente, contribuir para um mundo mais feliz - se tivermos sempre em mente que cada gesto nosso interfere em todo o Universo.

segunda-feira, fevereiro 02, 2009

Toda forma de poder...

...é uma forma de morrer por nada. Começou a polemica sobre a eleicao do novo presidente do Bunkyo, que será em abril. De um lado, Akio Ogawa, da oposicao. De outro lado, algum candidato da situacao. E no meio desse imbróglio todo, fica o Bunkyo e a comunidade. Pelo menos o prof. Kokei vai poder descansar um pouquinho depois disso tudo...=)

Comprei o jornal Nippak dessa semana, pq tem uma materia com o Akio, falando do slogan dele (CHANGE, inspirado pelo Obama), e seus planos, e tudo o que está errado hoje no Bunkyo. Sei que tem coisas erradas, mas tambem tem coisas certas. Foram feitos avanços nessa gestao. Mas sabe qual é a minha opiniao? Vencendo o Akio, vencendo outro candidato, as coisas vao continuar iguais. Pra mim, tanto faz.

Por que? Porque sao sempre as mesmas pessoas que fazem a roda girar, geralmente pro lado que elas querem. E até porque para o Akio vencer, ele vai ter que fazer alianças com as mesmas pessoas do stablishment atual, que nao querem ver CHANGE, nao gostam de CHANGE, tem medo de CHANGE. Fico pensando no capital humano fantastico que a gente tinha no Centenario - jovens inspiradissimos, empolgadissimos, preparadissimos. Um DREAM TEAM mesmo, dos jovens e tambem nisseis. Nunca tinha visto tanta gente legal junta para fazer algo pelos outros.

E no final, foi aquela coisa, os velhos nao escutaram os jovens, e fizeram um monte de pataquaiada, e a gente só perdeu tempo consertando os erros e apagando incendio causado pelos velhinhos. A mesma coisa no Festival. Os velhos acham-se donos da razao universal do mundo, vivem tao embriagados com esse tal "poder" vazio, que vao tomando decisoes tao burras que a gente fica até meio boquiaberto, sem jeito de explicar porque está errado o que eles decidiram, e pensando se eles realmente decidiram por algo tao bobo.

Tem horas que acredito em CHANGE, e horas que nao acredito tanto assim. Hoje, nesse momento da vida, acho que nao existe mudança, só as pecinhas mudam, mas o jogo em geral nao vira. Pessoas sao pessoas, e a verdade é que quando alguem conseguir entender plenamente as pessoas, terá descoberto o misterio do universo. Bjs.

DO PREÇO (www.g1.com.br)
Postado por Paulo Coelho em 24 de Janeiro de 2009 às 00:53

Sonhar não é tão simples como parece. Pelo contrário, pode ser uma atividade perigosa. Quando sonhamos, colocamos em marcha energias poderosas, e já não podemos esconder de nós mesmos o verdadeiro sentido de nossa vida. Quando sonhamos, também fazemos uma escolha do preço a pagar.

Seguir um sonho tem um preço. Pode nos exigir que abandonemos nossos hábitos, pode nos obrigar a passar dificuldades, pode nos levar a decepções, etc.

Mas, por mais alto que seja este preço, nunca é tão alto como o que é pago por quem não viveu sua Lenda Pessoal. Porque estes um dia vão olhar para trás, ver tudo o que fizeram, e irão escutar o próprio coração dizer: ” desperdicei minha vida”. Acreditem, esta é uma das piores frases que alguém pode ouvir.