Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

Deus sabe o que faz!!

Tem um cliente que eu não estava aguentando mais lidar, estava realmente enchendo minha (quase ilimitada) paciência. Sabe o tipo de pessoa que só sabe cobrar, reclamar, e quer diminuir os custos de qualquer jeito, sovina mesmo?? Eu não gosto de pessoas assim, pq acredito em negociações ganha-ganha. Nao quero ganhar o jogo tendo que adotar praticas que nao acredito. Prefiro jogar meu jogo limpo, nao quero prejudicar ninguem.

Estava pensando em como me livrar desse problema, mas graças a Deus o cliente ligou me falando que vai testar outros jornalistas (haha, boa sorte pra ambos)!! Eu sou excelente no que faço, e com certeza, nao encontrarão outro profissional como eu, com a mesma paciência, o mesmo conhecimento e principalmente, o meu tão conhecido espírito colaborativo.

E pra voce ver como é dificil ter ética nesse mundo, a pessoa quer que eu mande a base do MEU trabalho, e também as matérias que eu escrevi, pra publicar no jornal que esse outro jornalista vai fazer. Lógico, se eles q…

Bunkyo tão distante de mim...

No sabado fui passear no Bunka Matsuri e tambem trabalhei gravando materia (logico, trabalho é comigo mesma né). O evento estava meio vazio...mas ao mesmo tempo, muito bom. Foi meio estranho estar num local onde passei tantos finais de semana, tantos dias, tantas noites, onde inclusive trabalho todos os dias até hoje hahaha...e ao mesmo tempo me sentir tão distante, tão por fora, tipo uma "estranha em casa". rsrsrsr...talvez pq nao estava trabalhando no evento.

Bunka Matsuri é um evento do qual participei muito, desde antes, quando se chamava Bazar do Bunkyo. Tenho ligação emocional com o evento, mas estou BEM distante do Bunkyo em geral (admito). Fiquei meio deprê quando percebi que encontrei muita gente queridissima (lógico), mas nao era a mesma coisa: eu nao conhecia ninguem que estava no estande do Seinen vendendo refri!! hahahaha!! #depretotal. poxa, eu vendi tanto refri!! Caramba!!

E para completar a viagem emocional na minha vida de seinen, passei o domingo no Kokush…

Pessoas (des)conhecidas?

Hoje de manhã estava em uma loja e um moço ficou olhando (muito) pra mim, parece que ele me conhecia, sei lá, mas eu realmente nao (re)conhecia ele. Não ia falar "bom dia" pra alguém que eu realmente nao conheço, pq nao sou louca e nao quero passar uma impressão diferente né? E tambem nao costumo conversar com estranhos pq minha mãe me ensinou assim. hahaha, só no exercicio da minha profissao!! =)

Talvez o moço me conheça de algum evento, mas eu nao lembro. Bom, de qualquer maneira, tem muuuuita gente que eu já entrevistei, que eu nao me recordo, mas a pessoa por algum motivo se lembra de mim até hoje!! Acho que sou bem marcante e encantadora de vez em qdo rsrsrsrs....(quando quero hahaha...).

Aliás, quando estou andando na rua, eu não presto muita atenção ao meu redor (desculpe se eu já passei batido por você, juro que nao sou metida, sou distraída rsrsrs). É que eu estou escutando minhas musiquinhas, pensando nas minhas (muitas) pendências, arquitetando vários planos e pro…

Vivendo o momento presente...

Um jornalista pergunta para Dalai Lama o que mais o surpreende na humanidade. O líder budista responde: - O homem. Porque ele sacrifica sua saúde para ganhar dinheiro. E depois sacrifica o dinheiro para recuperar sua saúde. Fica tão ansioso com o futuro que não aproveita o presente. O resultado é que não vive nem no presente, nem no futuro. Vive como se nunca fosse morrer. E morre nunca tendo vivido.
Eu tenho me questionado muito nos últimos tempos sobre a real importância do meu trabalho. Eu sei que cumpro minha missão de vida, amo o meu trabalho e tudo mais, mas realmente é necessário que eu trabalhe tanto pra ser feliz?

Tanto sacrifício na minha vida pessoal pra quê, por alguns reais a mais na minha conta no fim do mês? Porque sinceramente, não é pelo dinheiro que eu trabalho tanto, acho que sou mais viciada na realização, nas conquistas, especialmente em "ser util" ao mundo (essa é a missão de vida dos virginianos hehe...), empreender coisas novas. Daí nos ultimos tempo…

Resolvendo problemas...

"Se o problema tem solução, não esquente a cabeça, porque tem solução. Se o problema não tem solução, não esquente a cabeça, porque não tem solução".Provérbio chines.
Ontem quase morri sozinha aqui no escritório. Foi uma cena muito engraçada, porque simplesmente me engasguei com um copo de água!!! Tossi muito hahahaha, e se tivesse partido dessa para melhor, com certeza as manchetes dos jornais da "colonia" seriam muito divertidas!!  
Preciso tomar mais cuidado porque estava fazendo um monte de coisas ao mesmo tempo e resolvi tomar água no meio dessas tarefas, só acho que meu cérebro não consegue mais processar tanta coisa, trabalhar e tomar agua e falar ao telefone no mesmo instante. Foi hilário! Mais hilário ainda porque eu estava sozinha e depois fiquei dando gargalhadas aqui na sala.
Enquanto eu tenho que reaprender a tomar agua, os japoneses tem que reaprender a ter filhos, segundo materia da France Presse publicada no UOL. Cada um com seus problemas! Bjs.
http://…

Como responder?

No meu dia-a-dia recebo muitos emails diferentes. Como esse: "Sou uma pessoa que nasceu com influência japonesa mas com isso acabei vivendo isolado por muitos anos, não tenho amizade alguma...". Fiquei comovida e respondi a mensagem com carinho, vamos ver se a pessoa se anima com a minha mensagem boba.


Ou então esse: "Estou procurando um rapaz para futuro relacionamento, não faço questão de que seja descendente de japoneses, só não faz meu tipo homem gordo nem careca".Esse ultimo chega a ser engraçado, porque minha batian acha que eu posso fazer "miai" pras pessoas! hahaha como se eu pudesse fazer isso pelos outros!! Nem pra mim consigo!! Eu vou ver se lembro de algum amigo solteiro, mas nem conheço a moça hahaha...isso que é blind date...=)


Anyway, eu acredito em destino. Acho que se a bola veio parar na minha mão, e eu posso ajudar uma pessoa, não me custa nada ajudar. Bom seria se as outras pessoas fizessem isso, porque tem muitas bolas que eu passo com…

Carinho de mãe!!

Tive uma reunião com um moço que decidiu me ajudar, nao sei bem o porquê (se bem que ajuda a gente não recusa, pq senão a vida não traz mais ajuda!!). Acho que ele quer me ajudar porque eu ajudei ele, deve ser isso. Depois tive outra reuniao com um moço mais workaholic que eu. Se bem que eu nao sei realmente dizer se ele é mais ou menos workaholic que eu. Porque se agora é 1 da manhã, então pq estou checando meus emails de trabalho? Devo ser louca mesmo!!
Tadinho, achei que esse meu amigo está com muita cara de cansaço, estresse. Ele está com pressao alta, meio desanimado, pra baixo. Justo agora que eu estou bem mais animadinha com a vida, com os projetos e tudo mais (até pq o Festival está chegando, entao é agora ou nunca, preciso me animar de qualquer jeito!!). Tentei animá-lo, mas nao sei se consegui. E depois da reuniao fui fazer umas comprinhas - fato que alegra qualquer mulher sem exceção.
Hoje levei minha batian - de 87 anos - pra jantar lamen no Kazu em comemoração ao Dia das…

Reuniao com briga (feia)

"Escuta de novo porque voce nao está me escutando!!". "Você nao está entendendo, nao foi isso que eu disse!!". "Para de me interromper e deixa eu terminar o meu pensamento!!"."Agora é a minha vez de falar!!". Olha, em toda minha vida de trabalho voluntário na comunidade nikkei, já passei por poucas e boas durante reuniões...

Já teve reunião em que o velhinho bateu na mesa, levantou e simplesmente saiu da sala e deixou o outro falando sozinho (alias, esse teve um ataque cardiaco pouco depois rsrs). Já teve outra ocasião em que as pessoas se acusavam com "cutucadinhas" de leve, nada discretas. Entretanto, nada que eu tenha vivido me preparou para a reunião de hoje!!

O velhinho em questão, que é normalmente calmo e tranquilo, hoje estava irascível e irritado, como se estivesse com TPM, brigou com a mulher, bateu o carro, sei lá. E o outro, esse meu amigo, já não é conhecido pela paciencia e temperança, e se irrita quando pisam no pé dele.…

Novidades na vida

Ultimamente estou tentando incluir coisas novas na minha rotina diária. Além de ir na academia todos os dias (no frio é muito ruim!), estou fazendo as coisas de um jeito diferente, passeando, brincando, cuidando (pelo menos) um pouquinho de mim antes de cuidar dos outros. Nem tenho trabalhado de noite em casa (só de vez em quando haha)

Até porque senão fizer isso, posso virar um verdadeiro "monstrinho estressado" mais pra frente, nos meses do evento. Ano passado consegui controlar bem esse "bichinho". A minha calma do dia-a-dia vem como resultado de uma mente tranquila. Preciso me manter no equilíbrio perfeito para produzir melhores resultados no trabalho.

Uma coisa interessante é que estou (tentando) retomar uma amizade por mês. Portanto, se somos amigos, não se assuste se você receber uma ligação minha sem motivo aparente rs rs rs porque provavelmente você pode ser a minha amizade do mês rs rs rs...mas de qualquer maneira, as pessoas devem estranhar muito, porqu…

Conversa no banheiro feminino

A satisfação está no esforço e não apenas na realização final. (Gandhi)



É incrivel como certas coisas passam despercebidas aos nossos olhos, dependendo da situação. Acabaram de encontrar aqui no escritorio um banner em que a nossa logomarca está virada de ponta cabeça hahaha!! O pior é que esse banner foi colocado no evento e ninguem percebeu!! Que loucura!! rsrsrsrrs...isso que dá ficar tão malucos no dia do evento.

Isso comprova que a gente se esforça, mas mesmo assim, de vez em quando as coisas nao acontecem como queremos. Perfeição é algo que eu nao almejo (mais). Eu acho que o esforço tem muito a ver com os resultados que alcançamos nas nossas vidas. Eu me esforço todos os dias, trabalho pra caramba, estudo pra caramba, dou o meu melhor diariamente para ajudar as pessoas e continuar minha missão aqui nessa vida.

Tem um detalhe que eu acho que mostra como as pessoas sao diferentes em relação ao esforço. Nao tenho nada pessoal contra as meninas da limpeza, mas tem muitas vezes em que…

Uma pesquisa preocupante...

Quando eu vejo matérias como essa, fico muito preocupada com a situação futura do Japão. Lá, uma em cada 4 pessoas já pensou em suicídio, e a maioria são jovens de 20 a 30 anos. Tudo bem que a matéria esqueceu de apontar a fonte da pesquisa e só cita a agencia de noticias EFE. Mas esse tipo de pesquisa mostra algo que a gente já sabe costumeiramente, que o Japão é um país que tem alta taxa de suicidios.

Acho que isso acontece por uma série de fatores, mas especialmente pela própria rigidez da cultura japonesa, a necessidade absurda de suprimir o que vc é individualmente para pertencer coletivamente, contribui para essa triste realidade. Virar playmobil no meio da multidão. Eu morei no JP alguns anos e senti muito isso. Lá 99% das pessoas não tem brilho nos olhos, não tem o sorriso na alma que nós, brasileiros, temos (talvez até naturalmente).

As pessoas lá sao super educadas, gentis, mas são murchinhas, vazias por dentro, resignados. Muitos nao tem muitos objetivos pessoais e sonhos …

Dreams Come True - musica linda!!

Hoje estava trabalhando e minha batian assistindo NHK. Um grupo de universitários de Fukushima cantou uma musica do Dreams Come True que eu nunca tinha escutado (Nando Demo). Adorei essa musica, porque ela combina muito comigo, já que eu sou uma pessoa "mae muki", ou seja, eu olho pra frente. Não importa quantas vezes você tentar realizar um sonho, fazer algo, o importante é tentar. Como fala na musica, mesmo que você falhe 10.000 vezes, na 10.001 voce pode acertar. Bjs.



Nando Demo


komiagete kuru namida o nankai fuitara
How many times must I wipe these welling tears
tsutaetai kotoba wa todoku daro?
until I can get through to you? dare ka ya nani ka ni okotte mo deguchi wa nai nara
If getting mad doesn't give me a way out anyway? nando demo nando demo nando demo tachi agari yobu yo
I'll keep on, I'll keep on, I'll keep on
kimi no namae koe ga kareru made
getting back up and calling your name until I'm hoarse
kuyashikute kurushikute ganbatte mo
Even when I'm frustra…