segunda-feira, fevereiro 27, 2012

Restaurante chique!

Estadão - caderno Paladar
Para comemorar, saimos da rotina completamente esse final de semana e fomos conhecer o restaurante Momotaro, do Adriano Kanashiro. O ambiente é maravilhoso, o atendimento é excelente e a comida, aimeudeus, a comida é muuuuuuuuuuuuuuuuuito boa.

Nossa, estava tudo perfeito, faz tempo que nao ficava tão encantada com um restaurante. A decoração é linda, pena que no site nao tem muita coisa, mas o local está fantástico, as ceramicas da Hideko sao incriveis e até a musica e os detalhes são super bacanas.

Pra falar a verdade eu nem sei o que eu comi pq meu namorado (que entende mais do assunto) escolheu quase tudo. Eu só escolhi o salmon carpaccio, delicioso. hahahahaha quanto aos outros pratos, mesmo sem saber o que era, comi tudo e achei muito gostoso. Ah, eu sei que a gente comeu esse sushi (sashimi??) que tinha salmao, palmito pupunha, ovas e cebolinha. A minha sobremesa foi sorvete de chá verde com ganache e geleia de framboesa. Inesquecivel!! Bjs.

domingo, fevereiro 26, 2012

Quase morri ontem! (de medo!)

Ontem o meu namorado resolveu me tirar da rotina diária e fomos almoçar fora e assistir um filme no shopping (o ultimo que tinhamos visto juntos foi no ano passado e olhe lá. Nao é facil ser workaholic e manter relacionamento ao mesmo tempo).

Chegando ao shopz, as opções eram Motoqueiro Fantasma 3D dublado ou A Mulher de Preto. Motoqueiro Fantasma, dublado e ainda em 3D, sinceramente, ninguém merece né? rsrsrsrrs...e como diziam que o menino ex-Harry Potter estava bem, eu mesma escolhi o filme dos fantasmas. #meudeusdoceu. Como me arrependi. hahahaha...=)

O filme fala logicamente de fantasmas e tem vários sustos, gritos, cenas horriveis e muito apavorantes. Tem horas que eu queria fechar os olhos e o meu namorado nao deixou!! (isso é pra vc aprender Erika!!! Da proxima vez escolhe o Motoqueiro Fantasma hihihihihi).

É a história de um viuvo que vai para uma cidadezinha do interior para mexer nos papeis de uma senhora que morreu em uma mansão. Daí o fantasma aparece...e....e....bom, eu nao sou spoiler, mas se gostar de filme de fantasmas, recomendo esse. Eu saí do cinema com as mãos geladas, mas a menina do meu lado estava quase morrendo. Meu namorado? Ele achou normalzinho ahahahahaha....=)

sábado, fevereiro 25, 2012

Inacreditavel!!

Hoje me aconteceu algo inédito. A produtora de uma grande rede de TV me ligou porque eles querem mandar uma equipe para o Japão, para cobrir 1 ano da tragédia (11/03). Até aí tudo bem, já estava separando para ela os telefones/emails do pessoal que ajudou no Japão no ano passado. Normal pra mim, que sou assessora de imprensa das "causas" da comunidade nikkei.

Mas voce acredita que ela me ligou porque está precisando de "parcerias" pra custear passagem, hospedagem, transporte, refeições e tradutor/produtor da equipe no Japão?? WTF?? Caramba, que situação mais surreal e absurda é essa?? Quando as equipes de programas jornalisticos começarem a viajar atrás da noticia com "patrocinios" disfarçados de "parcerias", aonde vamos parar??

Será que essa emissora não pensa em isenção editorial, em neutralidade, em ética jornalistica?? São apenas, sei lá, os PRINCÍPIOS da nossa profissão?? Como eles serão neutros na materia se tiverem "parceria" com alguem?? E pior ainda, o que leva uma equipe de TV a achar que pode propor esse tipo de "parceria" por aí?? Os valores do jornalismo estao muito subvertidos mesmo. Jornalismo nao é novela!! Nao existe merchandising em jornalismo. A credibilidade da minha profissão realmente despenca mais, a cada dia que passa. Que horror. Bjs.

sexta-feira, fevereiro 24, 2012

Presente lindo!!

Semana passada tive uma reuniao e do nada, ganhei um cactozinho, que fica agora em cima da minha mesa de trabalho. É uma plantinha especialmente plantada pra trazer prosperidade e boas energias! Achei um gesto muito bonito e só podia ser da N mesmo!! Só ela pra pensar numa coisa tao FOFA e kawaii.

Eu também adoro comprar (não sei fazer) presentinhos pras minhas amigas e amigos, então eu vou, penso numa pessoa querida por dias e dias e escolho alguma coisa, daí eu vou na agencia dos correios aqui pertinho de casa pra mandar presentinhos para os amigos que nao encontro todos os dias, ou que quase nao encontro...sniff...os correios servem para isso.

É engraçado como eu tenho alguns talismãs, alguns objetos que eu realmente acredito que me trazem proteção e por isso, eu cuido muito bem deles. Nao sou muito ligada em coisas materiais, mas algumas coisas eu protejo de verdade. Esse cacto será um desses itens de proteção...(se bem que eu sou conhecida por matar plantas. Espero nao dizimar cactos)...=)

Desejo que os presentinhos/lembrancinhas que eu mando para meus amigos e amigas tambem sejam valorizados dessa maneira, porque eu escolho sempre com muito amor e carinho. Lógico que nao dá pra fazer isso toda semana, mas estou fazendo isso pelo menos 1 vez por mes. É uma das metas para 2012 tambem, porque eu ando muito isolada da minha propria vida, por causa do trabalho maluco e incessante. Bjs.




quinta-feira, fevereiro 23, 2012

Trabalhando muito

Esse feriado de carnaval aproveitei pra trabalhar bastante, mesmo com visitas em casa (kids!! bagunça!!) e os blocos de rua atazanando a paz dos moradores, de noite e madrugada. Sim trabalhei até de madrugada. Acho que realmente devo ter alguns parafusos a menos.

Mas tudo bem, porque ainda falta bastante trabalho para ser feito, feliz ou infelizmente. Não consegui ficar adiantada mas pelo menos as pendencias mais urgentes foram resolvidas.

Olha o mouse maravilhoso que eu ganhei, é da Hello Kitty! Eu amo HK, é minha mania e minha paixao. Outra coisa que tenho feito ultimamente é tirar fotos dos dias de sol quando estou trabalhando. Bom, talvez seja algo um tanto deprimente se formos pensar bem. Mas é minha atual condição. hahahahaha.

De qualquer maneira, olha que dia lindo fez enquanto eu estava num evento. Acho que é um bom hábito para eu manter a  consciencia de que na vida as coisas passam, os dias passam, o sol vai embora e um dia, a minha empresa também vai passar.

Não posso ficar bitolada somente com as pendencias do trabalho e deixar de curtir a vida e o sol lá fora. Tanto que já decidi, em março vou tirar uma semana de ferias e vou me isolar em algum lugar bem distante de São Paulo. Infelizmente, por enquanto, só me resta trabalhar, porque ninguem vai trabalhar por mim. rsrsrsrsrsr.


quarta-feira, fevereiro 22, 2012

Coisas da Internet

A pessoa nao sabe o que é spam. Ai meu deus, sério?? Ou nao sabe como usar o sendspace. Outro confunde registro.br com hospedagem do site. Ainda tem quem paga boleto de estelionatarios que se fazem passar pelo registro.br (aliás, em termos de criatividade para o mal, ninguem ganha dos brasileiros!!). Ai meu deus. eu me meto em cada problema...

Eu posso me considerar uma pessoa de sorte, porque sempre tive muita facilidade para entender as coisas em geral. Me dá um código e eu mexo e entendo. Me dá um programa e eu vou lá e aprendo (a única coisa que eu nao aprendo são os kanjis hahahahaha não entram no meu cérebro!!).

Mas a verdade é que eu nao posso simplesmente considerar que as demais pessoas do mundo são assim. Por isso, tenho que aprender a ter (mais) paciencia.Nem todo mundo tem as habilidades que eu tenho. E muita gente tem mais habilidade que eu, nao é?

Essa semana tive uma reuniao com uma pessoa que foi enganada por umas 10 pessoas. Ele pagou pelo serviço de fazer o site da empresa dele, e ninguém entregou. Pagou 10 vezes. Que azar, nao é mesmo? Ele deveria ter me contratado antes: porque eu entrego o serviço e ainda faço a manutenção semanal com atualização de conteúdo!!

Por outro lado, preciso controlar a minha pequena compulsão por conhecimento, porque nao dá para ser 100% em tudo. Eu nao posso achar que minhas fotos continuam maravilhosas como eram antes quando eu era fotografa realmente e  praticava TODOS os dias. Eu não quero aprender todos os códigos PHP e CSS que existem nesse mundo, porque eu não posso continuar fazendo tudo sozinha. Eu nao quero virar master em Corel. E por aí vai.

Eu li que o meu lindo signo (virginiana típica) gosta muito de se virar sozinho. E é verdade. Eu vivo muito bem sozinha, meu mundo é meu refúgio seguro e pacífico. Mas nao é por isso que eu preciso sempre fazer tudo sozinha né? Bjs.

terça-feira, fevereiro 21, 2012

Pride, dorama com Kimutaku

Lógico que se tem um ator japones que eu amo é o Takuya Kimura. Porque eu nao pensei nisso antes?? Quem sabe ele consegue acabar com a minha atual K-mania?

Comecei a assistir "Pride", que é um dorama de 2004 que mostra ele como o vitorioso jogador de uma equipe de hockey no gelo. Nossa, ele apanha muito durante os jogos!! Coitadinho!! Não sei como na vida real, alguém pode praticar um esporte tão violento!!

Para cativar as meninas, tem várias historias de amor rolando ao mesmo tempo, além de moços atléticos e fortes (hahahahaha). E a trilha sonora é muito bacana, com músicas do Queen que são absolutamente perfeitas para o contexto.

Fala-se muito em pride (orgulho) no dorama. Eu também acho importante que as pessoas preservem seu orgulho, e se valorizem, porque se você não tiver orgulho de você mesmo, quem vai ter?? Espero que esse dorama continue bem legal, estou assistindo e gostando até agora!! Bjs!!

segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Odeio carnaval!!!

Se tem uma época que eu ODEIO no Brasil é o Carnaval. Eu ODEIO Carnaval com todas as minhas forças, eu abomino qualquer coisa carnavalesca e odeio inclusive ter quatro dias de feriado no meio do mês.

Eu preferia que o mundo estivesse trabalhando normalmente nesses dias, do que testemunhar esse desfile de horrores que aparecem na TV. Tanto que estou trabalhando hoje.

Peço desculpas aos que gostam de Carnaval, mas esse blog é pra opiniões fortes também. Rsrsrsrs. As pessoas tem direito de sambar o quanto quiserem, e eu tenho direito de não gostar de Carnaval, certo??

O mais engraçado é que eu amo o Brasil, eu amo de verdade o país em que eu nasci e quero ajudar de alguma forma esse País a melhorar, mas se formos pensar bem, nao tenho nada a ver com o Brasil hahahaha. Porque nas minhas listas de (poucas) coisas que eu odeio estão: Carnaval, Copa do Mundo, futebol e cerveja. Coisas típicas do Brasil, nao é?? Entao porque eu nao gosto??

Eu lembro que na última Copa do Mundo, eu estava escutando a rádio Eldorado FM durante o jogo do Brasil (que eu não assisto nem à força), e o locutor (Daniel Daibem) queixava-se: “puxa, jogo do Brasil, quem será que está me escutando nesse momento, enquanto a seleção está em campo??”. Eu moço!! Eu!! Talvez fosse a única ouvinte, mas estava escutando você com muita atenção. =)

Enfim, acho que o que eu gosto do Brasil são os brasileiros, gosto de "nós", o povo brasileiro, que mesmo com todas as mazelas, vai vivendo e mantendo a fé. Por outro lado, muito me envergonha a apatia e a inércia da nossa sociedade, da qual também faço parte. Fora isso, eu infelizmente vivo numa "bolhinha" de cultura nipo-brasileira. Não tenho relação com o Brasil, fora do meu dia-a-dia.

Eu fico pensando se a minha vida não faria mais sentido se eu fosse morar no Japão ou outro lugar, mas daí eu não poderia ajudar as pessoas como eu acho que posso ajudar aqui (porque no Japão as pessoas não precisam de ajuda e aliás, nao aceitam ajuda). E no Japão não teria emprego pra jornalista que não sabe ler kanjis hahahahaha...(quem mandou nao estudar??)

O problema é que eu simplesmente não consigo aceitar um País em que tem tanta coisa mais importante acontecendo, mas todas as notícias das tvs e jornais e portais são sobre essa enorme futilidade e imbecilidade que é o Carnaval. Receita para o Carnaval, no meu caso, é não assistir TV e não entrar em portais de Internet. Pelo menos vou trabalhar bastante e ficar adiantada no serviço, ao invés de atrasada. Bjs.

PS - pior ainda, aqui na Teodoro Sampaio todas as noites tem passado bloco de carnaval fazendo barulho até de madrugada!!! AHHHHHHHHHHHHHHH!!! Eu mereço!!!

domingo, fevereiro 19, 2012

Moti com queijo do Kohii


Eu já tinha passado varias vezes em frente, mas essa semana marquei uma reu no Kohii e adorei o lugar!! Tomei um expresso com creme de leite e calda de chocolate, muito bom, e pedi também o moti com queijo (vem uma bandejinha com bastante, por apenas R$ 5).

A reunião não foi tão boa (sabe aquelas coisas obrigacionais que a gente tem que ir pra conviver em sociedade??) e além disso, não recomendo ir lá quando você precisa de privacidade (hahahaha) porque se encontra muita gente, mas tem um preço bom, opções diferenciadas em um ambiente super gostoso.

Eu adoro tomar cafés diferentes e amo o Starbucks (tanto que meu plano de vida para 2012 inclui pelo menos 1 ida ao Starbucks por mês). Agora, definitivamente vou incluir também o Kohii na minha rota de relax semanal. E fica pertinho do Bunkyo né? Perfect!! Bjs.

sábado, fevereiro 18, 2012

Desperdiçando dinheiro

Eu tenho pena de algumas pessoas que estão totalmente por fora da realidade atual do mundo, porque é muito facil ser enganado, se voce nao tem uma noçao do panorama completo das coisas. Por exemplo, descobri que um cliente meu estava há sei lá quantos anos pagando R$ 19,90 todos os meses por um serviço de Internet que nunca usou!!

Além disso, Influenciado por algum maluco de TI que eles tinham contratado (alguém muito paranoico com certeza), eles registraram 10 dominios (!!!), a maioria inuteis e esdrúxulos. Putz, ninguem vai querer copiar o dominio deles, não precisa desse monte de dominios!!  Faz as contas comigo: R$ 19,90 x 12 = R$ 238,80 mais R$ 30 x 10 = R$ 300. Ou seja, R$ 538,80 que eles desperdiçam todos os anos sem necessidade!!!

Pior que tem muitos casos assim, de gente que se aproveita da ingenuidade das outras pessoas, pra fazer coisas muito mais questionáveis do que isso. Me desculpa, mas quando eu vejo esse tipo de coisa eu nao consigo ficar quieta, tenho que praticar minha ética e moral. Nao dá pra deixar uma pessoa ser enganada assim. Mesmo nao sendo problema meu - lógico que nao é - eu me intrometo. Convenhamos, dinheiro é muito dificil de ser ganho, temos que batalhar muito por ele, e por isso mesmo, nao podemos desperdiçar desse jeito!! Bjs.

sexta-feira, fevereiro 17, 2012

Maluquices de Nyanpire

Quando eu estou sem nada pra fazer (uffff...algo muito raro ultimamente... sniff), eu gosto de assistir Nyanpire (にゃんぱいあ Nyanpaia).

É um desenho completamente pirado, inspirado no universo gótico (com um pouco de LSD, desconfio), sobre uma gatinha que é salva da morte por um vampiro, e que vira um vampigato.

A série é baseada num mangá ilustrado por Yukiusa e foi exibida no ano passado no Japão. Tem os amiguinhos gatos também, e Nyanpire gosta de morangos e (lógico) de sangue.

É um desenho ao mesmo tempo bem kawaii e que subverte alguns padrões. Eu gosto bastante e acho divertido, assisto os mesmos episodios e sempre me divirto. E a música de encerramento também é bem louquinha. Bjs.

quinta-feira, fevereiro 16, 2012

Bored to death!!

mpacaon.deviantart.com
Reunião com bolacha, pão de queijo, biscoito, manju e chazinho. Até aí, tudo de bom né? Melhor do que todos os assuntos tratados, foi o lanchinho. Comi muito nham nham nham!

Um velhinho acha que sabe TUDO mas não sabe nada, nem quem é o presidente, nem o que faz a entidade, totalmente por fora de tudo (e se acha). Ele me pergunta e eu simplesmente respondo a verdade né? E ficam implicando com outra pessoa como se o conceito de "curso" fosse uma exclusividade de alguém.

O outro fica falando da cura da malária. E outro em criar uma agência de emprego. Será que eles não sabem que entidades tem, tipo, uma missão? E que devem cumprir essa missão, ao invés de buscar outras? Cadê o foco?

Eu me pergunto porque eu, jornalista terceirizada, tenho que perder 3 horas da minha preciosa vida escutando tantas abobrinhas. Preferia estar no shopping, preferia estar fazendo qualquer coisa do que ficar naquela reuniao.

Entao fiquei limpando meu chip e desenhando no meu caderno. E escrevendo para meu blog em ingles...e devaneando...e...e...eu preciso dar um jeito de me ausentar dessas reunioes. Sério. Pela minha sanidade mental. Bjs.

PS - adendo ao blog: o moço que me esqueceu semana passada teve um bom motivo pra isso, porque ele saiu da empresa então devia estar com muito mais coisas na cabeça do que dar entrevista pra menina intrometida. Portanto, perdoado!

terça-feira, fevereiro 14, 2012

Imaturidade

Esses dias estava numa reunião e os diretores me perguntaram assim, na lata: "Erika, e tal pessoa, o que você acha de tal pessoa??". Olha, depois do que eu passei com o J, fiquei muito mais desconfiada com relação aos outros e não vou mais colocar minha reputação em jogo por causa de outrem (exceção feita a umas 3 pessoas a quem eu confio minha vida). Então eu simplesmente falei a verdade sincera. "É bom profissional, mas como pessoa, é muito imatura".

Foi um comentário meio duro, mas é a principal verdade sobre essa pessoa na minha opiniao. Até que é bom profissional, mas em termos de pessoa, é muito imatura, chega a ser desequilibrada. "Pessoas maduras são aquelas que se conhecem bem, sabem de seus pontos fortes e fracos e estão dispostas a melhorar sempre". Essa é a definição que está na Voce SA desse mês. E essa pessoa nao tem isso, ela se vitimiza e coloca a culpa nos outros, ao invés de assumir suas proprias falhas. Atira pra todos os lados, menos pra si proprio.

Como dá para trabalhar com alguém assim?? Eu sempre analiso meus defeitos, minhas qualidades, lógico que falho (e muito) mas quando eu falho, eu peço desculpas e sigo em frente, procuro aprender a lição e melhorar. Essa pessoa não tem a maturidade que é essencial para ser empresário. Porque todo mundo acha que é facil ser empresario, mas nao é.

Tem que aguentar muita encheção, tem que engolir (inúmeros) sapos, tem que trabalhar sem ser reconhecido, tem que ter responsabilidade e comprometimento com o resultado, tem que tolerar muita coisa. Se você não está preparado para isso, entao não serve para ser empresario. Eu realmente nao gostei de prejudicar a pessoa, mas por outro lado, nao posso prejudicar o projeto, pq isso iria ferir a minha consciencia. Seguimos em frente. Bjs.

segunda-feira, fevereiro 13, 2012

Bad hair day (or year)

Eu juro que desde que me entendo por gente, eu nunca precisei de um pente. Meu cabelo era lisiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinho como de toda descendente de japoneses. Depois de lavar, eu desembaraçava os fios com os dedos, e pronto, já podia sair pra rua. Lindo lindo lindo. Mas agora, eu nao tenho somente um, mas 2 pentes. E mesmo assim, meu cabelo está horrivel, todo embaraçado, feio e sem vida.

Eu sinto que a situação piorou (muito) esse ano, tanto que  secretamente, fui lá na loja de produtos de beleza e comprei alguns apetrechos que nunca tinha imaginado comprar: máscara hidratante, condicionador mais caro e até um fluido desembaraçante (com protetor solar!!).

O que me deixa mais admirada é que agora, com o negócio desembaraçante, realmente ficou mais facil pentear meu lindo (agora não tão lindo) cabelinho. Mesmo assim estou preocupada. Será que é o estresse? Será que é minha dieta? Ou será que é o resultado de anos e anos de loucuras capilarísticas? Muita permanente, tintura e balayage devem ter detonado meus lindos fios!

Vou marcar uma consulta com minha dermato pra falar do meu cabelo, mas sinto que ela nao me leva muito a serio. Sabe quando a pessoa te ouve mas nao te escuta?? Ela deve achar que eu sou uma pessoa fútil que passa o dia pensando nisso, até escrevendo posts sobre o tema em pleno domingo, e que meu cabelo não é um tema tao importante assim para ela. A mInha médica é muito brava! Espero que dessa vez ela me entenda, porque eu gosto do meu cabelo e quero voltar a ter um cabelo lindo e maravilhoso. #comofaz?? Bjs.

domingo, fevereiro 12, 2012

Como superar e manter a fé?

Minha família nunca foi religiosa. NUNCA. Então até hoje não entendo porque meus pais obrigaram todos os filhos a estudar num colégio católico, onde a gente tinha que rezar Pai Nosso, Ave Maria e o credo todo dia antes da aula.

Antes da prova, tinha a prece antes das provas. Tinha que ir na igreja e fazer aula de religião. Em suma, eu ODIAVA minha vida escolar. É um dos traumas da minha infância. Eu odiava a escola e tudo que se relacionava à escola e igreja. Eu queria pular num buraco bem fundo e fugir. Nao sei como consegui terminar os estudos, tanto que eu sonho algumas vezes que não me formei e por consequência, não pude fazer faculdade...hahaha...

Engraçado a gente pensar que o tempo passa, e a cabeça da gente muda (e muito). Quando eu era criança e aborrescente, eu nao tinha fé em nada, eu realmente nao acreditava em muitas coisas. Meus pais nao me educaram para ser um ser pensante. Hoje, mais madura, eu acredito em algo que é maior do que todos nós. Eu tenho fé no meu sonho, na humanidade, no futuro.

O mais irônico é que quando eu preciso pensar, refletir, pedir conselhos para Deus, adivinha aonde eu vou?? Nao, não é no templo budista. Eu vou lá, naquela mesma igreja que eu odiava quando era criança, sentar naqueles mesmos bancos que eu amaldiçoava quando tinha 12 anos, ver aquelas figuras coloridas nos vitrais, escutar o silêncio da igreja. Nao é muito irônica a nossa vida?

É como se eu tivesse me reconciliado com meu passado. Eu entro naquela igreja e me vejo quando era criança, vejo aquela pessoa tao infeliz que eu já fui, e vejo como o tempo passou e como a vida foi ótima comigo nesses anos todos, mesmo com todos os percalços e desafios. Eu vejo meus avós, meus pais, meu passado, e me sinto feliz por ter conseguido superar muita coisa e encontrar paz dentro de mim mesma. Fui lá essa semana e tudo isso voltou para o meu coração.

Basicamente, quando entro naquela igreja, eu sinto muita paz e renovo as minhas forças, quando penso no meu passado. Porque se eu superei tanta coisa, é porque posso superar muito mais. A vida pode me mandar muito mais porque eu resolvo. Tudo que parecia insolúvel pra mim quando eu era criança, adolescente ou mais jovem, se resolveu. É preciso ter fé e maturidade para perceber que a vida é assim mesmo, a gente tem que fazer o melhor todos os dias. O caminho do bem compensa. É uma estrada mais dificil, mas realmente compensa. Bjs.

sábado, fevereiro 11, 2012

Scent of a woman

Esses dias tive insônia e fiquei trabalhando até umas 2 da manha e ainda nao estava com sono, entao resolvi assistir um dorama. Acabei escolhendo Scent of a Woman.

É um dorama um tanto tragico, de uma moça muuuuuuuuuuuuuuuito azarada que descobre que está com cancer e tem apenas 6 meses de vida. Eu nao sei se vou assistir até o final, porque é um tema um tanto morbido. E porque nao tem o Jung Il Woo hahahahahaha.

Bom, a moça trabalha numa agencia de turismo, é maltratada de todas as formas possiveis e tem muitos problemas, mas vai sobrevivendo a tudo. Ela vai fazer um exame de rotina e o médico descobre o cancer inoperável e incuravel. Sério, é muito muito triste. E ainda é comedia.

Daí ela sai do hospital com essa noticia terrivel, vai trabalhar e ainda é maltratada de novo pelo chefe e pelos colegas, que pisam muito nela. Sério, ela devia largar aquele emprego de m##%¨&S e viver a vida, algo que 99% das pessoas nao fazem, ou tem medo de fazer.

Eu se estivesse na situação dela, lógico, nao pensava 2 vezes e ia pra Okinawa (alias, ela vai pra lá no proximo capitulo, pq pediu demissao do emprego mixuruca). Mas nao sei se vou continuar assistindo, porque a novelinha nao me encantou. Talvez seja a falta do Jung Il Woo. rsrsrsr.

Alias, falando nele, tentei assistir o novo dorama dele, que tem um nome super poetico - The Moon that Embraces the Sun. Oia que nome bonito!! É um dorama historico, entao compreenda que eu fiquei boiando, porque se eu nao consigo acompanhar um dorama historico japones, imagina entao em coreano!! Preciso realmente encontrar alguns doramas juaponeses legais, pra passar essa Kmania.



Voltando ao tema da moça do dorama, uma enfermeira escreveu um livro sobre os maiores arrependimentos de pessoas que tinham doenças terminais. Engraçado como nenhum dos arrependimentos é material. Bjs.
http://f5.folha.uol.com.br/humanos/1046241-veja-os-cinco-maiores-arrependimentos-daqueles-que-estao-para-morrer.shtml


Confira a lista e os comentários da enfermeira:
1. Eu gostaria de ter tido a coragem de viver a vida que eu quisesse, não a vida que os outros esperavam que eu vivesse
"Esse foi o arrependimento mais comum. Quando as pessoas percebem que a vida delas está quase no fim e olham para trás, é fácil ver quantos sonhos não foram realizados. A maioria das pessoas não realizou nem metade dos seus sonhos e têm de morrer sabendo que isso aconteceu por causa de decisões que tomaram, ou não tomaram. A saúde traz uma liberdade que poucos conseguem perceber, até que eles não a têm mais."
2. Eu gostaria de não ter trabalhado tanto
"Eu ouvi isso de todo paciente masculino que eu trabalhei. Eles sentiam falta de ter vivido mais a juventude dos filhos e a companhia de seus parceiros. As mulheres também falaram desse arrependimento, mas como a maioria era de uma geração mais antiga, muitas não tiveram uma carreira. Todos os homens com quem eu conversei se arrependeram de passar tanto tempo de suas vidas no ambiente de trabalho."
3. Eu queria ter tido a coragem de expressar meus sentimentos
"Muitas pessoas suprimiram seus sentimentos para ficar em paz com os outros. Como resultado, eles se acomodaram em uma existência medíocre e nunca se tornaram quem eles realmente eram capazes de ser. Muitos desenvolveram doenças relacionadas à amargura e ressentimento que eles carregavam."
4. Eu gostaria de ter ficado em contato com os meus amigos
"Frequentemente eles não percebiam as vantagens de ter velhos amigos até eles chegarem em suas últimas semanas de vida e não era sempre possível rastrear essas pessoas. Muitos ficaram tão envolvidos em suas próprias vidas que eles deixaram amizades de ouro se perderem ao longo dos anos. Tiveram muito arrependimentos profundos sobre não ter dedicado tempo e esforço às amizades. Todo mundo sente falta dos amigos quando está morrendo."
5. Eu gostaria de ter me permitido ser mais feliz
"Esse é um arrependimento surpreendentemente comum. Muitos só percebem isso no fim da vida que a felicidade é uma escolha. As pessoas ficam presas em antigos hábitos e padrões. O famoso 'conforto' com as coisas que são familiares O medo da mudança fez com que ele fingissem para os outros e para si mesmos que eles estavam contentes quando, no fundo, eles ansiavam por rir de verdade e aproveitar as coisas bobas em suas vidas de novo."

sexta-feira, fevereiro 10, 2012

Esqueceram de mim!!

Na minha vida profissional, acho que estou alcançando as 10.000 horas de trabalho, que teoricamente seriam sinal de excelencia (hahahaha), entao como reporter já vi e vivi muita coisa. Já teve gente que chorou dando entrevista, teve gente que brigou, teve gente que nao quis falar comigo. Mas hoje aconteceu uma coisa realmente inédita na minha carreira.

Eu fui entrevistar um moço pra uma matéria, e depois liguei pra um outro entrevistado, e ele pediu que eu esperasse por ele, pq ele chegava dentro de 2 horas no mesmo local onde eu estava. Bem, 2 horas, então beleza, fui almoçar do jeito das pessoas normais (ou seja, sem pressa), tomei sorvete e resolvi umas coisas. No horário combinado estava lá aguardando o moço. Porque eu sou super pontual, é algo que prezo muito.

Dai ele falou, "tenho uma reuniao aqui com o X, daqui a pouco falo com voce". OK, fiquei esperando, ainda bem que tinha comprado a Voce SA com o Abilio Diniz na capa, e fiquei lendo minha revista. Passou 1 hora e meia, acabei de ler a revista, e cadê o cara?? Acredita que ele ESQUECEU de mim e foi embora?? Aquele pilantra!!  hahahaha, até agora nao acredito que ele fez isso comigo!! Como ele pode ter me esquecido?? Ele vai ter que pedir muitas desculpas, pq perdi umas 4 horas só por causa dele hoje!! P*#¨& falta de sacanagem!! Bjs.

quinta-feira, fevereiro 09, 2012

Gestos de nobreza

Esses dias eu vivi um conflito ético, aliás, eu vivo enrolada nessas coisas pq prezo muito meus valores e minhas proprias guidelines, que são bem demarcadas. A questão era a seguinte: devo ser nobre com alguém que nao foi nobre comigo?? Porque estava na minha mão ajudar essa pessoa ou deixá-la para trás. Lógico, para a maioria dos seres humanos seria facil decidir. Fui até aconselhada a fazer isso. É só passar por cima e pronto. Pra mim não.

Fiquei pensando nessa questão um dia inteiro, e no final do dia, decidi realmente ajudar, mesmo que a pessoa nem saiba que fui eu quem a ajudou (pois é, ainda tem isso, se eu nao ajudasse, ela também não iria saber...haha...). Mas tudo bem. Sabe por que eu tomei essa decisão de ajudar quem não me ajudou no passado?

Porque nao importa se o outro sabe ou não que eu sou uma pessoa nobre, que eu ajudei ou não. Não importam os valores desse individuo nem a opinião dele sobre mim. Eu sei que eu tomei a atitude mais correta possível e é só isso que importa. As nossas ações valem muito mais do que as palavras. Se eu quero ser uma pessoa nobre, tenho que manter ações condizentes com os meus valores. Tenho a minha consciência tranquila porque fiz mais do que deveria ter feito, ajudei o mundo a buscar mais equilibrio. Isso que importa na vida - seguir firme no seu próprio caminho. Bjs.

quarta-feira, fevereiro 08, 2012

My 3 favorite things

Ontem foi um dia perfeito pra mim pq pude fazer 3 coisas que simplesmente amo, entao considero que foi uma terça maravilhosa! A primeira coisa que eu a-m-o é resolver problemas e consegui resolver um problemão, pelo menos ele está no caminho de ser bem resolvido. A segunda coisa é tomar milk shake de flocos (hummmm - 1 vez por mês nao mata ninguém rsrsrsrs). E a terceira coisa que eu amo é tomar chuva. Eu amo chuva! Ainda mais chuva de verão!! A-do-ro!!


Lógico que nao tenho experiencias ruins com chuva, tipo minha casa ser alagada, e talvez por isso eu só tenho lembranças muito boas. A chuva limpa as energias, renova as forças e leva tudo de ruim embora pra bem longe. Por isso, quando chove eu preciso me segurar pra não ir lá tomar chuva, tipo ontem, estava quase tirando os sapatos pra pegar mais chuva. Fico feliz andando na chuva. Singin' in the rain. Devo parecer meio louca na rua mas não ligo não. Afinal, eu faço o que quero, a vida é minha e o sapato é meu!! Bjs.

terça-feira, fevereiro 07, 2012

Algo que desarma o coração

Eu estava entrando na sala pra fazer uma brincadeira boba (eu sei, sou abobada, nao devia fazer isso, mas é que tem vezes que não consigo me conter, é meu espirito bobo entrando em ação!!). Daí eu entrei na sala e encontrei lá dentro uma pessoa chorando.

Aquilo me desarmou completamente, pq nao estava esperando, então nao sabia o que fazer, como reagir. Uma pessoa querida, que já me ajudou tanto (mesmo que ela nao saiba o quanto me ajudou) e estava lá chorando. Me deu vontade de abraçar, de conversar, confortar, sei lá. Mas não podia fazer nada naquele momento.

Depois eu perguntei se estava tudo bem e a pessoa disse que sim. Eu emprestei meu colirio pro olho ficar menos vermelho (eu choro muito então tenho meus truques de beleza hahahaha) mas confesso que fiquei muito preocupada. Chorar na frente de todos, entao deve ter acontecido algo grave nao é? Espero que a pessoa melhore e fique bem.

Geralmente eu me preocupo muito com os outros, tento ajudar quem está ao meu redor (por enquanto desisti de ajudar as crianças na Africa e me foco mais em quem está aqui). Sei o quanto é dificil sofrer sozinho, pq já passei por isso (aliás, quem nunca sofreu??). Gostaria de poder ajudar quem precisa, porque já recebi muito apoio no passado. Lógico que os trabalhos voluntarios que eu faço ajudam um pouquinho o mundo (bem pouquinho na verdade hihihihi), mas continuo pensando em como prestar uma ajuda mais efetiva ao mundo. Assim que eu souber, conto aqui. Bjs.

segunda-feira, fevereiro 06, 2012

Existem pessoas ricas (ou eu ganho muito pouco)

Teve uma reunião que eu fui em uma entidade, muito preocupada com as contas que podem vir mais pra frente. Um senhor da diretoria perguntou: "afinal, quanto é que vcs precisam?". Era tipo o valor de uns 3 carros bons, nao populares, carro BOM mesmo. Daí ele falou: "OK, fiquem tranquilos, pode deixar que se precisar eu faço a doação!!" (???????). O motivo? Ele se sente bem recebido na entidade e gosta das pessoas de lá!! What?? Falando sério?? Acredita nisso??

Pior que eu descobri que ele realmente fez uma doação!! Nao nesse valor dos carros, mas algo em torno do valor de meio ano do meu trabalho!! Caramba, ou eu ganho muito pouco, ou existem pessoas que ganham "muito demais". Eu vou acabar pedindo ajuda para aquele velhinho hahahahaha (mas nao consigo, sou muito orgulhosa pra isso - hehehe - um dos meus muitos defeitos).

Engraçado que eu tenho que tomar cuidado nessa parte de finanças, e por isso leio muito sobre planejamento financeiro, investimentos, ativos, receitas, despesas, etc. Sei que a nossa relação com dinheiro vem desde a infância, está no nosso subconsciente, está em nosso DNA, mas graças a Deus, nunca sonhei em ser uma multimilionária fútil e inútil como aquelas criaturas inexplicaveis do programa da Band, Mulheres Ricas (assisti 5 minutos, confesso).

Alias, eu fui no shopping esses dias pra fazer a minha terapia semanal, que é o window shopping (eu só vejo as vitrines hahahaha), e tinha umas bolsas de R$ 700 vendendo na promoção. Poxa, quem é a maluca que compra uma bolsa de R$ 700? Uma bolsa é uma bolsa, assim como uma roupa é uma roupa. Nao entendo como as pessoas podem pensar em gastar R$ 700 numa bolsa quando tanta gente passa fome no Brasil e no mundo. Eu NUNCA vou comprar uma bolsa de R$ 700, juro!!

Eu nunca sonhei em ser RICA na definição usual da palavra: eu quero ser rica por dentro, espiritualmente falando, não busco a riqueza material. Quero ajudar pessoas, ter uma empresa próspera que crie empregos para quem mais precisa, ser uma boa lider, ensinar, capacitar, dar condições de crescimento para as pessoas. Quero empregar pessoas que nao conseguem empregos em outros lugares, e é por isso que eu preciso tanto ser uma empresária de sucesso.

È por isso que trabalho sabado, domingo, de manhã, de tarde, de noite. Eu nao quero ser empresária do ano para comprar bolsa de R$ 700. Quero poder fazer doações de R$ 700 sem passar o resto do mês sem fazer supermercado rsrsrsrrs...Deus, uma ajudinha please?? Se voce me ajudar, tenho certeza que muitas pessoas serao ajudadas!! Bjs.

domingo, fevereiro 05, 2012

Diga-me o que lês...

Eu acho muito legal ir em uma livraria e ela estar cheia de gente, absolutamente congestionada, porque isso significa que ainda existe gente que gosta de ler, nao é mesmo?? Que o mundo literato tem salvação! Fui hoje na Saraiva procurar meu livrinho mensal mas não encontrei.

Na verdade ultimamente tenho procurado ler ao menos 2 livros por mês, mas confesso que hoje nenhum deles me "encantou". Há uns 2 anos estou lendo muitos livros de negocios e liderança, na esperança de ser a próxima "empreendedora do ano", mas é dificil. Lógico que intercalo com ficção, pra nao ficar (muito) maluca e obssessiva. Isso que dá ser worklover. E já tive muitos insights por causa das minhas leituras!! O resultado aparece, mas é bem subliminar. hhahahah...

Engraçado que meus hábitos de leitura passam por épocas distintas. Já tive fase de leituras esquerdistas ou pelo menos mais engajadas, tipo Caros Amigos, Piaui. Já tive fase também de lixo trash total, tipo Corpo a Corpo e Boa Forma (sem aplicar nada do que as revistas falam - hahaha - era mais para ver as fotos coloridas) e hoje estou mais nessa fase de negócios/economia/investimentos, lendo Pequenas Empresas Grandes Negócios, PME, Invista, Exame, etc.

Acredito que muito do que lemos e vemos se traduz no que somos e como pensamos. Por isso me esforço para não ficar me alimentando com "lixo cultural", tipo Contigo, Caras, coisas que 99% das pessoas consomem. Nao entendo como tem coisas que vao parar na lista de mais vendidos, deve ser um investimento tremendo em marketing!!

Na minha opiniao, temos que nos alimentar com qualidade, tanto fisicamente quanto espiritualmente. Não acompanho fofocas, BBB, novelas e outras porcarias atuais da sociedade. Ultimamente nem jornal tenho lido, que é para nao me deprimir - primeiro com as noticias, depois com a qualidade dos textos...pq é dificil ser jornalista e ver que o formato do jornal está declinando e indo rapidamente para a falência completa. Sério, pior é que é a minha profissao. Preocupante! Bjs.

sábado, fevereiro 04, 2012

Dia lindo de sol (trabalhando, mas OK)

Hoje acordei as 6 da matina pra ir num evento em Jundiai. Dia lindo, maravilhoso, realmente tudo de bom! Olha a vista desse lugar, que céu azul brilhante, a Serra do Japi lá no fundo...ah, eu ia adorar morar por ali!! LINDO, tomei bastante sol (pena que estava de roupa social), mas só de respirar ar puro e nao pisar em lama, já valeu muito a pena!! It was a beautiful day!! =)

Alias, esse deve ter sido o primeiro evento que eu realmente gostei de ir, pq nao estava chovendo entao nao teve lama no sapato (ultimamente tem sido essa a regra). Teve sol, muito ar puro e foi um evento bacana!! Começou com uma engraçada dança das cadeiras, pq as cadeiras estavam de um jeito e foram mexidas umas 30 vezes até chegar na configuração final. Japs são japs, seja nas entidades ou nas empresas. Todos são meio maluquinhos e cheios de manias. Tem que ter (muita) paciencia!!


E como tinha um monte de jornalistas perdidos no evento, e eu simplesmente nao consigo me segurar, lá fui eu ajudar de assessora de imprensa não-oficial (repare que hoje eu estava com meu disfarce de repórter, eu nao era a assessora de imprensa até pq nao tinha). Eu podia ter ficado quietinha sentada mas sabe quando vc nao consegue ver as coisas acontecendo e nao fazer nada??


Daí o jornalista queria falar com tal, tal e tal pessoa. Beleza. Feito. Precisava confirmar tal dado. Beleza. Confirmado. Mas ele precisava me contar detalhes da vida pessoal dele?? Nao, isso nao foi muito beleza. rsrsrsrs. acho que eu tenho um jeito de ser que faz as pessoas quererem contar coisas pra mim, coisas que nao contariam pra um(a) desconhecido(a). Ah esse meu talento natural de repórter rsrsrsr...devia virar reporter investigativa!!

Era um evento de industria de canetas. E no final, as pessoas levaram todas as canetas embora, até as que nao eram de brinde. Se eu esquecesse uma caneta minha em cima da mesa, era capaz de levarem tambem. Socorro! E o almoço foi no restaurante São Judas Tadeu, filial Jundiaí. Nossa, eu lembro quando era criança e ia nesse restaurante em SBC, muito bom, era um acontecimento qdo criança!! Foi um almoço delicioso mas eu fiquei mais nas saladas e aproveitei pra comer (bastante) sobremesa - light. Nesse meio tempo ajudei um jornalista japs. Em resumo...adorei o passeio/trabalho de hj. Voltei pra SP e continuei trabalhando até agora, como sempre alias. I´m a worklover! Bjs.



sexta-feira, fevereiro 03, 2012

Chá da tarde - cupcakes!!

Deus aprontou uma dessas comigo. No escritorio, 3 dias sem telefone e sem internet (atualizando, agora sao 4 dias sem telefone, mas a Internet funcionou). Voltando pra casa (sim, eu sou caxias e fui no escritorio assim mesmo, sem telefone nem net, mas lógico que eu saí mais cedo...), eu vi no metrô 1 pessoa que eu nao gosto muito. E olha que só devem existir umas 3 pessoas no mundo que eu nao gosto muito de encontrar. Ainda bem que essa pessoa não me viu. Fui pegar meu ônibus tranquila.

Daí eu resolvo ir na loja comprar umas coisinhas e me liga outra das 3 pessoas que eu nao gosto muito de conversar. Poxa vida, Deus!! Quebra essa pra mim né?? Dispensei e fui pra loja fazer comprinhas. Pois bem, acredita que praticamente em frente da loja onde eu queria muito ir, estava aquela primeira pessoa que eu tinha visto no metrô?? CREDO!! Preciso me benzer. O que Deus quer me dizer com isso?? Que eu devo gostar de todas as pessoas desse mundo?? Que essa pessoa pode precisar da minha ajuda?? Puxa, mas eu nao consigo fazer isso gente!! Sou uma boa pessoa mas nao sou a madre Teresa!!

Anyway, a pessoa nao me viu novamente (acho que deve ser meio ceguinha). Foi muita sorte!! Daí consegui fazer comprinhas e decidi dar um tempo pra garantir que o destino não desse chances para mais um encontro, então resolvi conhecer a loja da Luana Davidsohn (www.cupcakesdaluana.com.br) pra provar um cupcake pela primeira vez na vida!! Eu merecia, depois de um dia abobado desses!!

Os cupcakes são lindos, luxuosos, maravilhosos. Mas logicamente, eles são coloridinhos e tem corantes, péssimos pra quem tem alergia à tartrazina e pode passar mal depois. Eu fiquei olhando, perguntando dos corantes, e escolhi um mini-cupcake de limao com marshmallow  e outro de buttercream com morango. Hum, muito gostoso!! Super doce mas gostoso de vez em qdo. Bjs.


quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Doces coreanos - recomendo!!

Você já provou doce coreano?? Eu sei, ultimamente parece que esse blog e eu mesma estou sendo totalmente influenciada pela cultura K-pop, mas é serio, os doces coreanos são super gostosos!!

Eu sei que parece até heresia o que vou escrever agora (considerando que sou apaixonada por cultura japonesa), mas se for pra comparar, para o meu gosto pessoal, os doces coreanos são mais gostosos que os japoneses, porque quase não tem açucar!!

Saiu hoje uma materia grande na Folha falando sobre comida coreana. Eu conheço alguma coisa mas não muita coisa, pq nunca tive contato com a cultura, mas tive a oportunidade de comer docinhos coreanos em Piracicaba e achei muuuuuito gostosos e delicados. Gostei mesmo!! E agora, com essa materia, eu sei onde vende!! Alguem quer ir comigo?? Bjs.

http://www1.folha.uol.com.br/comida/1042001-doceria-coreana-classica-e-moderna-convive-no-bairro-do-bom-retiro.shtml

Doceria coreana clássica e moderna convive no bairro do Bom Retiro

MARÍLIA MIRAGAIA
DE SÃO PAULO

De ares moderninhos, padarias no Bom Retiro, em São Paulo, tornaram-se conhecidas pela produção de pães doces macios (incrementados com itens como feijão, amendoim e café), e de guloseimas com toques ocidentalizados, para cair no gosto brasileiro.
Luiza Sigulem/Folhapress
Bolo coreano feito de pó de arroze e docinhos coloridos com massa de arroz e recheio de feijão, do Bless café
Bolo coreano feito de pó de arroze e docinhos coloridos com massa de arroz e recheio de feijão, do Bless café
São elas a Bellapan (r. Prates, 547; tel. 0/xx/11/3227-1694) e a Fresh Cake Factory (r. Prates, 585; tel. 0/xx/11/3311-6362).

Já a confeitaria New York (r. Três Rios, 221; tel. 3311-6913) é tradicional no ambiente, mas foi a pioneira desse tipo de produção.

Bem perto dali encontra-se o Bless Café (r. Prates, 606; tel. 0/xx/11/3228-1254), dedicado a doces tradicionais, que quase não levam açúcar.

Há bolinhos macios de pó de arroz, típicos de festas. Doces com massa de arroz e recheio de feijão recebem decoração delicada -os coreanos desenvolveram uma verdadeira escola para dar-lhes forma.

quarta-feira, fevereiro 01, 2012

SNSD no Letterman

Nossa, foi muito legal a participação das meninas do Girls Generation no programa do David Letterman de ontem. Eu acho super bacana que o mercado norte-americano (portanto feliz ou infelizmente mundial) abra espaço pros artistas da Asia em geral.

Afinal tantos artistas japs já tentaram mas nenhum tinha conseguido o que os artistas K-pop estao conseguindo hj. Por exemplo a Utada Hikaru. Lançou disco lá com nome diferente, estilo diferente, visual diferente e nada. Agora está tentando de novo (ou lançou?? preciso verificar!!). Anyway, eu continuo gostando muuuuuuito da SNSD!! Mas acho que a letra em coreano de "The Boys" tem um sentido mais bacana que a versao em ingles.