terça-feira, abril 29, 2008

O dia em que me tranquei no karaoke

Tenho uma técnica super hiper eficiente pra controlar todos os meus niveis de estresse - conscientes ou subconscientes. Vou no karaoke box, me tranco lá por uma ou 2 horas cantando sozinha, e daí, todas as minhas preocupações, neuras e chiliques vão embora. Eu fiz isso faz um tempinho e preciso ir de novo, porque meu nível de trabalho está totalmente fora de controle.

Por exemplo, as pessoas normais trabalham das 9 as 17, né? Eu trabalho até 9, 10, 11 horas da noite. Toda noite fico aqui fazendo hora extra nao remunerada. E parece que quanto mais eu faço, mais aparece. Sinceramente, eu nao sei se isso é bom ou ruim. Acho que deve ser bom...hihihi...porque as pessoas ocupadas sao as mais produtivas. E tambem, são só mais 50 dias - hahahahahaha....depois do Centenario, vou passar uma semana no meio do mato, isolada do mundo e de todos!!!

Bom, nessas semanas de sumiço virtual, o que eu fiz de diferente? Ah, cortei o cabelo, comprei um sapatinho dourado, fui no Outback e no DAMP Sorvetes!! Encontrei o sr. N e esposa na pastelaria Yoka (surpresa total). E tambem atendi a Marina Person e o Léo Madeira do Top Top MTV. Fiz muitas matérias, escrevi pra caramba nos ultimos dias (até estava com saudade do meu lado reporter - hehehehehe). Assisti muitos filmes, inclusive Leoes e Cordeiros, que me fez refletir muito sobre o que exatamente eu contribuo para o mundo atualmente, e como posso contribuir mais.

Tambem disseram que a minha voz demonstra que eu tenho um bom coração (??). E está finalmente comprovada a importancia de atendermos o telefone com um sorriso e alto astral!! Faz realmente toda a diferença!! Hahaha...ai ai...chove lá fora (muito muito) e a minha cachorrinha Sasha deve estar maluca em casa. Como eu queria poder me teletransportar. Bjs.

sexta-feira, abril 04, 2008

O dia em que eu relembrei a magica

Hoje fiz uma viagem, peguei onibus e fui pra Lorena. Semana passada fui num show, em que o magico perguntava - em que momento a gente esqueceu da magica? E realmente, a gente esqueceu que o mundo magico, nao é? O dia-a-dia, a correria, a tensao permanente de viver numa cidade tresloucada, faz a gente ficar meio anestesiado pra muita coisa legal e por consequencia, magica.

Quer um exemplo? Imagina uma rodoviaria de uma cidade bem pequenininha. Um menino acenando pro motorista do onibus, querendo chamar a atencao dele. E é só pra dizer "oi", pra dar um sorriso. E o menininho ficou lá pulando, todo bonitinho, até o motorista perceber esse gesto de carinho e responder com um simples "oi". Crianças sao magicas, sorrisos sao magia, e a vida devia ser mais magica para as pessoas.

As vezes eu acho que a gente complica demais o mundo. Pra que ter carro, roupa da moda, o celular fashion? Mais ainda, no universo que eu habito, uma questao simples e fundamental: afinal de contas, pra que um cargo pomposo? Presidente de nao sei o quê, coordenador de nao sei o que lá, diretor de nao sei das quantas. Por acaso se voce morrer amanhã, vai levar o bendito cargo pra algum lugar? Alguem lá em cima vai ligar pro seu bendito cargo?

I dont think so. Entao pra que defender cargos tao ferozmente?? Nao é pra mim. E na viagem fiquei escutando muita musica. Acho que a musica mais linda pra mim é essa do Paulinho Moska. Afinal, o que voce faria, se só te restasse esse dia? Se o mundo inteiro acabasse, o que voce faria? Se isso acontecesse, eu estaria tranquila, porque sempre procurei seguir o caminho do bem, fazer o que é certo. Acho que isso é o que vai importar no fim. Bjs.

Paulinho Moska - O último Dia

Meu amor
O que você faria se só te restasse esse dia?
Se o mundo fosse acabar
Me diz, o que você faria?

Ia manter sua agenda
De almoço, hora, apatia?
Ou esperar os seus amigos
Na sua sala vazia?

Corria prum shopping center
Ou para uma academia?
Pra se esquecer que não dá tempo
Pro tempo que já se perdia?

Andava pelado na chuva?
Corria no meio da rua?
Entrava de roupa no mar?
Trepava sem camisinha?

Abria a porta do hospício?
Trancava a da delegacia?
Dinamitava o meu carro?
Parava o tráfego e ria?

quarta-feira, abril 02, 2008

O dia em que recebi ligaçao maluca

Enquanto assessora de imprensa de cultura japonesa, costumo receber as ligacoes mais malucas de todo tipo, por exemplo, por que os kimonos das japonesas sao tao curtos? (outra variante é, posso usar o happi sem nada por baixo?? rsrsrsrssrsrs...hahahaha, pode uma coisa dessas?? O que eu explico pra uma moça doida assim??).


Ou as pessoas me ligam pra perguntar onde encontrar cachorro akita, quem é o japones mais velho do Brasil, ou porque os japoneses comem feijao e arroz doce. Esse tipo de pergunta é fichinha pra mim. Sou tipo um "guia de cultura japonesa ambulante". Mas hj recebi uma ligacao muuuuuuuuuito doida. Muuuuuuuuito maluca mesmo!!! Caso inedito!!!

Uma mulher me ligou perguntando se eu queria organizar uma passeata em protesto contra a China e o massacre dos monges budistas no Tibete!! E nao adiantou dizer que eu nao tenho nada a ver com isso. Quer dizer, claro que eu me solidarizo com os monges, mas daí a fazer uma passeata vai 1 km de distancia. Ai meu deus, o que dizer pra uma moça maluquinha assim?? Respirei fundo e passei pra ela o fone da federacao de budistas!! hahahahahahaha....é cada uma que acontece comigo viu...bjs.

O dia em q comi choco da Kopenhagen

Estava numa reuniao muito legal, num lugar que a maior parte das pessoas sonha em conhecer e eu fui varias vezes. Decisoes bacanas, uma reuniao produtiva, ao contrario de tantas outras. Tinha chocolate da Kopenhagen, muito chique! Peguei 1 e estava uma delicia, e olha que eu nao sou chocolatra!! O unico problema é que entre tantos sabores, peguei justamente o de maracujá, que é amarelo, entao tem tartrazina, entao me dá alergia e me fará passar meio (muito) mal...............afffffeeee...

Fico pensando nesse mundo meio artificial que vivemos. Com a minha alergia, deixei de consumir muita coisa que eu adoro, tipo gelatina de caixinha, jujuba, suquinho colorido, bala, e ultimamente, até iogurte. Mas a questao principal é - a gente realmente precisa de tanta quimica nos alimentos que consumimos? Porque um iogurte nao pode ser branquinho, ter cor de iogurte? Porque tudo tem conservante, aromatizante, espessante, etc? Vc já pensou nisso? Bjs.



Das definições da vida (www.g1.com.br)
Postado por Paulo Coelho em 02 de Abril de 2008 às 00:27

“A vida é uma metáfora” - (Williams)

“A Vida é uma espaçonave que veio sem manual de instruções” - (Mannister)

“A vida é trabalho” - ( Marx, comunista)

“A vida é trabalho” - (Henry Ford, capitalista)

“A vida é um cabaret” - (Liza Minelli)

“A vida é uma peça de teatro; o que conta não é o enredo, mas o trabalho do ator” - (Seneca)

“A vida é um trombone; se você não sopra, ele é inútil” - (W.C. Ande)

“A vida é um violino, que você aprende a tocar - em publico” - (Samuel B.)

“A vida é uma canção cuja letra foi escrita por Deus, e cuja melodia é escrita por nós - podemos fazer uma balada, uma peça clássica, ou um blues bem triste” - (Eleanor Willer)

“A vida é uma simples letra de alfabeto; não tem nenhum sentido sozinha. Precisa fazer parte de frases” - (Jewish Theological Seminary)